Doutorado em Atividade Física e Esporte

Apresentação

O programa de doutorado volta-se ao estudo de disciplinas e à realização de um trabalho de pesquisa enquadrado em uma das linhas de pesquisa oferecidas, tudo isso acomodado em um programa de estudos sob medida na modalidade a distância. Desse modo, o doutorando realiza um estudo de pós-graduação avançado adaptado ao seu ritmo e estilo de trabalho.

Durante o aproveitamento do programa, o doutorando contará com o apoio e presença de professores, tutores e diretores de tese que realizarão o acompanhamento do desempenho mediante o uso das novas tecnologias.

A comissão de doutorado definirá e supervisionará um plano de estudos adequado à formação prévia e ao tema da tese de doutorado escolhida pelo candidato. Assim, o estudante será encaminhado a um orientador de tese que apoiará e facilitará seus estudos.

Estrutura

DURAÇÃO FINALIDADE PLANO DE TRABALHO
FASE I, DOCÊNCIA: DISCIPLINAS GERAIS
18 meses Adquirir o conhecimento e as competências necessárias para proporcionar soluções que contribuam para o desenvolvimento humano, científico e tecnológico do doutorando ou doutoranda. Cursar a distâncias as disciplinas relacionadas com o processo de pesquisa, assim como suas diferentes vertentes metodológicas.
FASE II, DOCÊNCIA: DISCIPLINAS DE ESPECIALIZAÇÃO
6 meses Adquirir conhecimentos específicos da área de pesquisa selecionada pelo doutorando ou doutoranda, ajudando-lhe a aprofundar seus conhecimentos a respeito, assim como a focar-se na linha de pesquisa da tese. Cursar um total de 3 disciplinas que pertençam a especialidade selecionada pelo doutorando ou doutoranda.
FASE III, PESQUISA
1 ano Orientar e definir o tema da tese, objetivos, hipótese e metodologia, assim como elaborar o projeto de tese de doutorado. Realizar trabalhos de pesquisa que conduzam à elaboração do projeto.
FASE IV, REALIZAÇÃO DA TESE
1 a 2 anos Redigir o tese de doutorado. Desenvolver a redação da tese de doutorado sob a supervisão do Orientador ou da Orientadora.

Metodologia Educativa

O modelo educativo promove a colaboração e a cooperação para enriquecer a formação das pessoas. Assim, garante um processo de proporciona resultados efetivos em relação ao investimento educacional assumido e ao retorno da formação em conhecimentos num aprendizado pessoal e organizacional. O modelo educativo está composto por muitas inovações educacionais e pedagógicas que facilitam, potencializam e impulsionam um processo de formação em um ambiente de aprendizagem de qualidade. Isso compreende:

  • Facilitar o contato entre os estudantes enquanto grupo e deste com o professores.
  • Fomentar a cooperação e a reciprocidade: aprender como um esforço coletivo internacional.
  • Considerar o estudante como centro de um processo do qual participa ativamente.
  • Estimular e potencializar a comunicação e interação contínua entre professores e estudantes.
  • Inculcar que o processo de formação implica e exige dedicação de tempo e esforço contínuo.
  • Usar a motivação como um estímulo constante para que o estudante perceba que os resultados esperados da aprendizagem estão ao seu alcance.
  • Personalizar a aprendizagem, tendo em conta as diferenças entre os alunos e as suas diferentes formas de aprendizagem.

Titulação

O doutorando ou doutoranda que cumpre os requisitos acadêmicos e seja aprovado na defesa de sua tese de doutorado segundo o regulamento da universidade que coordena o programa de doutorado, receberá o grau de:

  • Doutor em Atividade Física e Esporte pela Universidad Internacional Iberoamericana

Plano de estudos

Doutorado em Atividade Física e Esporte > Fase docência

O programa de Doutorado em Atividade Física e Esporte é um programa acadêmico cuja articulação pedagógica foi concebida para formar docentes universitários e pesquisadores profissionais preparados para a geração de conhecimento científico do mais alto nível, com capacidade para conduzir pesquisa cooperativas no campo da atividade física e do esporte.

O programa de doutorado responde à necessidade dos pesquisadores e docentes para sustentar estudos científicos cujos objetivos tenham foco em prevenir e resolver os principais problemas causados pelo sedentarismo e pela falta de atividade física que afetam a população em nível mundial. Para isso, é necessário ter conhecimentos sobre a área, assim como ser capaz de envolver a comunidade para tentar reverter a situação.

Desse modo, existe a necessidade de otimizar o uso de todas as ferramentas e avanços no âmbito das Ciências do Esporte a aperfeiçoar seu uso nos campos da iniciação esportiva, da educação física, da saúde e do rendimento esportivo.

A fase docente do doutorado baseia-se na pesquisa científica de excelência, preparando o doutorando ou doutoranda na aquisição dos conhecimentos que enriquecem seu processo formativo, aprofundando-se em diferentes metodologias de pesquisa, assim como em várias linhas de pesquisa, das quais deve ser escolhida uma.

O Doutorado em Atividade Física e Esporte é composto das seguintes fases:

FASE DE INICIAÇÃO

Durante o primeiro período, o objetivo é sensibilizar o estudante no manuseio e domínio do Campus Virtual e suas diferentes ferramentas, além de informar-lhe sobre o programa acadêmico e o cronograma de estudos.

Além disso, tem início o contato com o programa acadêmico através de uma série de debates relacionados com os diversos temas das disciplinas gerais sobre o mundo da pesquisa.

FASE I - Ensinando: Cursos Gerais
O processo de pesquisa no campo da Atividade Física e do Esporte
Metodologia da pesquisa I. Experimental, quase-experimental e observacional
Metodologia da pesquisa II. Qualitativa e seletivo correlacional
Revisões e meta-análises
Desenho de bases e análises de dados
Pautas para a apresentação e publicação de trabalhos de pesquisa na Atividade Física e no Esporte
Novas tecnologias aplicadas à pesquisa na Atividade Física e no Esporte
Aspectos psicossociais influentes no processo de pesquisa em atividade física e esporte
Seminário de pesquisa I
FASE II - Ensino: Módulo opcional (o estudante de doutorado faz o que ele escolheu)
MÓDULO 1: ESPORTE E RENDIMENTO
Análise do rendimento esportivo
Fisiologia do treinamento esportivo de alto nível
Modelos de planejamento e periodização do treinamento nos esportes
Seminário de pesquisa II
MÓDULO 2: ATIVIDADE FÍSICA E PRESCRIÇÃO PARA A SAÚDE E A QUALIDADE DE VIDA
Métodos de quantificação da atividade física e medida de seus efeitos sobre a saúde
Epigenética e atividade física
Quantificação e prescrição de exercício em populações especiais
Seminário de pesquisa II
MÓDULO 3: EXERCÍCIO FÍSICO, NUTRIÇÃO E AJUDAS ERGOGÊNICAS
Avaliação antropométrica e nutricional do esportista
Nutrigenômica para a saúde e o esporte
Ajudas ergogênicas, substâncias dopantes e doping genético no esporte
Seminário de pesquisa II
MÓDULO 4: EDUCAÇÃO FÍSICA E INICIAÇÃO ESPORTIVA
Didática da educação física e iniciação esportiva. Novos enfoques e recursos didáticos
Diversidade e necessidades especiais na educação física e iniciação esportiva
Educação em valores a partir da educação física do esporte
Seminário de pesquisa II
MÓDULO 5: PREVENÇÃO E READAPTAÇÃO DE LESÕES
Fatores biomecânicos das lesões esportivas
Prescrição de exercício com fins preventivos e planejamento da readaptação esportiva
A pesquisa em lesões esportivas
Seminário de pesquisa II
MÓDULO 6: ATIVIDADES AQUÁTICAS E SEGURANÇA
Novas tendências e inovação nas atividades aquáticas
A segurança na prática da atividade física e no esporte
Eficácia na intervenção do socorrista aquático profissional
Seminário de pesquisa II
FASE III - Pesquisa
Trabalho de pesquisa I
Trabalho de pesquisa II
Proposta de tese de doutorado
FASE IV - Realização de Tese de Doutorado
Elaboração da tese
Defesa da tese

Linhas de pesquisa

DOUTORADO EM ATIVIDADE FÍSICA E ESPORTE LINHAS DE PESQUISA
ESPORTE E RENDIMENTO
Variáveis determinantes do desempenho em esportes individuais e coletivos.
Novas tecnologias para o controle do treinamento esportivo
Treinamento em esportes individuais e coletivos.
Controle e avaliação da carga.
Capacidades condicionais para o desempenho em esportes coletivos.
Metodologia de treinamento.
ATIVIDADE FÍSICA E PRESCRIÇÃO PARA A SAÚDE E A QUALIDADE DE VIDA
Análise da atividade física e seus efeitos na saúde.
Novas tendências para uma atividade física saudável.
Avaliação cineantropométrica, atividade física e gasto energético.
Prescrição de exercício físico saudável adaptado de acordo com o tipo de população.
Epigenética e atividade física.
EXERCÍCIO FÍSICO, NUTRIÇÃO E AJUDAS ERGOGÊNICAS
Avaliação do estado nutricional no atleta.
Nutrigenômica aplicada à nutrição esportiva e saudável.
Ajudas ergogênicas e rendimento.
Nutrição, nutrição e rendimento esportivo.
Hidratação, atividade física e desempenho.
EDUCAÇÃO FÍSICA E INICIAÇÃO ESPORTIVA
Novas abordagens e recursos didáticos em educação física.
Estratégias de Intervenção na educação física e na iniciação esportiva.
Metodologia cooperativa e educação em valores na educação física.
A figura do professor na educação física e na iniciação esportiva.
PREVENÇÃO E READAPTAÇÃO DE LESÕES
Patologia, fisiopatologia e mecanismo lesivo.
Avaliação funcional, higiene postural e associação com lesões esportivas.
Elaboração de protocolos para a prevenção de lesões esportivas.
Elaboração de protocolos para a readaptação de lesões esportivas.
ATIVIDADES AQUÁTICAS E SEGURANÇA
Novas tendências e inovação nas atividades aquáticas
Atividades aquáticas para a melhora da saúde.
Inovação em equipamentos e materiais em atividades aquáticas.
Segurança em ambientes esportivos e espaços aquáticos.
Estratégias preventivas como elemento de segurança nos espaços aquáticos.
Técnicas e material de resgate para intervenção em espaços aquáticos.
Socorrismo, ambiente e eficiência no resgate.

Direção

  • Dr. Maurizio Antonio Battino. Doutor em Pesquisa pela Università degli studi di Catania (Itália). Doutor Honoris Causa pela Universitatea de Medicină și Farmacie „Carol Davila” din București (Romênia). Professor na Università degli Studi di Ancona (Itália).
  • Dra. María Martín García. Doutora em Ciências do Esportre pela Professora da Fundação Universitária Iberoamericana

Professores e Autores

  • Dra. María Martín García. Doutora em Ciências do Esportre pela Professora da Fundação Universitária Iberoamericana
  • Dr. Antonio Jesús Bores Cerezal. Doutor em Ciências da Ativicade Física e do Esporte pela Universidad de Vigo (Espanha). Diretor da graduação em Ciências da Atividade Física e do Esporte da Universidad Europea del Atlántico (Espanha).
  • Dr. Marcos Mecías Calvo. Doutor em Ciências da Ativicade Física e do Esporte pela Universidad de Vigo (Espanha). Professor na Universidade Europeia do Atlântico (Espanha).
  • Dra. Mireia Peláez Puente. Doutora em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad Politécnica de Madrid (Espanha). Professora na Universidade Europeia do Atlântico (Espanha).
  • Dr. David Casamichana Gómez. Doutor em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Euskal Herriko Unibertsitatea (Espanha). Professor na Universidade Europeia do Atlântico (Espanha).
  • Dra. Andrea Corrales Pardo. Doutora em Fisiologia e Farmacologia pela Universidad de Cantabria (Espanha). Professora na Universidade Europeia do Atlântico (Espanha).
  • Dra. Susana Martínez Flórez. Doutora em Biologia pela Universidad de León (Espanha). Professora da Fundação Universitária Iberoamericana
  • Dr. Maurizio Antonio Battino. Doutor em Pesquisa pela Università degli studi di Catania (Itália). Doutor Honoris Causa pela Universitatea de Medicină și Farmacie „Carol Davila” din București (Romênia). Professor na Università degli Studi di Ancona (Itália).
  • Dra. Mercedes Montserrat Echeto. Doutora em Qualidade, Segurança e Ciência dos Alimentos pela Universidad de Zaragoza (Espanha). Coordenadora do programa de doutorado em Nutrição da Universidad Internacional Iberoamericana e professora na Fundação Universitária Iberoamericana
  • Dr. Joaquín Dosil Díaz. Doutor em Psicologia pela Universidad de Santiago de Compostela (Espanha). Professor na Universidad de Vigo (Espanha).
  • Dra. Isabel Martorell Mariné. Doutora em Biomedicina pela Universitat Rovira i Virgili (Espanha). Professora do programa de doutorado em Nutrição da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra. Sofía Guillén Asín. Doutora em Qualidade, Segurança e Ciência dos Alimentos pela Universidad de Zaragoza (Espanha). Professora na Universidade Europeia do Atlântico (Espanha).
  • Dra. Mercedes Briones Urbano. Doutora internacional em Nutrição pela Universidad de Granada (Espanha). Professora da Fundação Universitária Iberoamericana
  • Dra. María del Pilar Milke García. Doutora em Medicina Interna pela Universitat Autònoma de Barcelona (Espanha).
  • Dr. Jorge Luis Chávez Servín. Doutor em Medicação, Alimentação e Saúde pela Universitat de Barcelona (Espanha).
  • Dra. Carlota Díez Rico. Doutora em Pesquisa em Saúde Intra e Extra-hospitalar pela Universidad Alfonso X El Sabio (Espanha).
  • Dra Jana María Gallardo Pérez. Doutora em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad Politécnica de Madrid (Espanha).
  • Dr. Juan José Salinero Martín. Doutor em Rendimento Esportivo pela Universidad de Castilla-La Mancha (Espanha).
  • Dra. Raquel Pedrero Chamizo. Doutora em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad Politécnica de Madrid (Espanha).

Bolsas de Estudo

A Fundação Universitária Iberoamericana – FUNIBER criou o programa “Bolsas de Doutorado” destinado a pessoas que tenham um excelente histórico acadêmico. A este programa de Bolsas juntaram-se outras fundações, instituições e universidades. Está orientado tanto a professores universitários, com o objetivo de contribuir ao aumento da porcentagem de doutores nas universidades, assim como de profissionais no mundo empresarial e da administração pública, visando contribuir com a criação de departamentos de PD&I e gerar um espírito de inovação.