Humanização na Saúde

Apresentação do Programa

O programa de Aperfeiçoamento em Humanização na Saúde, organizado pela Fundação Universitária Iberoamericana, pelo Centro de Humanização em Saúde de Madri e pelo Instituto de Bioética da Universidade Finis Terrae, busca satisfazer a necessidade de implementar metodologias educacionais orientadas a reafirmar processos institucionais empreendidos na área pública, através da formação dos prestadores de serviços de saúde, com o objetivo de melhorar os índices de qualidade de atenção ao usuário.

Para conseguir isso, consideramos fundamental trabalhar com os agentes cotidianos que fazem parte do ambiente clínico hospitalar. A intenção é fazer com que o paciente/usuário seja considerado e tratado como uma pessoa única, singular, de modo que participe – segundo sua capacidade e maturidade – das decisões dos tratamentos de saúde que serão aplicados. Tudo isso em um clima de respeito, estima e com divisão de responsabilidade.

A quem é dirigido

Este programa é dirigido a todas as pessoas que tenham finalizado o ensino médio, técnicos e profissionais interessados em aprofundar-se nos conceitos mais importantes relacionados à Humanização na Saúde.

Titulação

Os Diplomas serão expedidos pela Universidade em que o aluno tenha se matriculado, com o patrocínio da Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER).

Estrutura do Programa

A duração estimada para a realização do Aperfeiçoamento em Humanização na Saúde é de 6 meses.

Em relação à distribuição do tempo, estabelece-se que:

  • Por ser um Programa a distância e não estar sujeito a aulas presenciais, não se estabelece uma data específica de início. Por isso, o aluno pode formalizar a matrícula a qualquer momento, sempre que houver vagas disponíveis.
  • Por motivos acadêmicos e de aprendizagem, dispõe-se de uma duração mínima do Programa de quatro meses.
  • O tempo máximo de que se dispõe para realizar o Programa é de seis meses. Nesse período de tempo, o aluno deve ter sido aprovado em todos os exames de avaliação correspondentes ao programa.

A estrutura de créditos do Aperfeiçoamento em Humanização na Saúde está na seguinte tabela:

  CRÉDITOSa DURAÇÃOb HORAS
Disciplinas 8 4 80
Examen Final 1 1 10
Trabalho Final de Curso 1 1 10
TOTAL 10 6 100

a. A equivalência em créditos pode variar de acordo com a universidade que titula
b. Duração em meses

Objetivos

Objetivo geral:

  • Orientar e reforçar a reflexão e ação médico-sanitária, baseado na pessoa do paciente, usuário e prestador de serviço de saúde, contribuindo para o processo contínuo de capacitação no campo clínico e hospitalar, promovendo a cultura da vida em uma perspectiva positiva.

Objetivos específicos:

  • Abrir novos horizontes para o desenvolvimento e amadurecimento pessoal nas dimensões cognitivas, afetivas e de conduta.
  • Conhecer, compreender e assimilar as bases antropológicas que sustentam o ser humano e a humanização no mundo da saúde.
  • Conhecer e compreender o modelo de relação de ajuda, inspirado na psicologia humanista.
  • Relacionar, compreender e assimilar a integração existente entre os avanços da biotecnologia e a ética da responsabilidade.
  • Reconhecer e promover a especificidade da relação familiar no acompanhamento do paciente durante o ciclo de vida, principalmente, na fase final.
  • Reconhecer e integrar a vocação da equipe no atendimento de saúde como base da família nos momentos de dor.
  • Otimizar o próprio desempenho de saúde, através da implementação de processos eficazes de Liderança e Gestão no campo clínico e hospitalar.
  • Detectar a relação e integração prática existente entre os cuidados humanizadores básicos, os diversos agentes envolvidos na saúde e as Unidades de Acompanhamento Espiritual.

Plano de estudos

O programa é composto por 3 partes: um módulo de 4 disciplinas, 1 exame final e 1 trabalho final de curso:

# CONTEÚDO CRÉDITOSa DURAÇÃOb HORAS
1ª Parte: Disciplinas Fundamentos da humanização e da desumanização no mundo da saúde 2 1 20
A relação de ajuda 2 1 20
A dor 2 1 20
Ferramentas de Gestão na Saúde 2 1 20
2ª Parte Exame Final 1 1 10
3ª Parte Trabalho Final de Curso 1 1 10
TOTAL   10 6 100

a. A equivalência em créditos pode variar conforme as regras da universidade que titule.
b. Duração em meses

Aprovadas as disciplinas, o exame final e o TFC o aluno obterá o certificado de: APERFEIÇOAMENTO EM HUMANIZAÇÃO NA SAÚDE.

Os Diplomas serão expedidos pela Universidade Finis Terrae (Chile), com o patrocínio da Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER).

  • 1ª Parte: Disciplinas.

São 4 disciplinas, cada uma delas com exercícios de reflexão, de autoavaliação e um exame de perguntas com alternativas.

O objetivo desta primeira parte é adquirir os conhecimentos necessários a respeito da humanização na saúde, a fim de obter o amadurecimento pessoal nas dimensões cognitivas, afetivas e de conduta que permita conhecer, compreender e assimilar as bases que sustentam o ser humano e a humanização no mundo da saúde.

  • 2ª Parte: Exame Final.

O exame final consta de uma série de perguntas com alternativas, sendo necessário, para sua aprovação, o estudo das 4 disciplinas do programa.

  • 3ª Parte: Trabalho Final de Curso.

A última parte do Aperfeiçoamento é destinada à realização do TFC. A finalidade do TFC é que o aluno possa desenvolver um trabalho de pesquisa, aplicado a alguma área de interesse pessoal dentro do âmbito de estudo do programa. O trabalho deve proporcionar um valor agregado sobre o material didático proporcionado.

Descrições dos Cursos

1ª PARTE: DISCIPLINAS.

  1. FUNDAMENTOS DA HUMANIZAÇÃO E DA DESUMANIZAÇÃO NO MUNDO DA SAÚDE

    Adquirir uma visão global a respeito do significado da humanização. Apresentar a relação entre humanização e qualidade das relações profissionais no âmbito da saúde.

    INTRODUÇÃO.
    DESUMANIZAÇÃO NA SAÚDE.
    HUMANIZAÇÃO NA SAÚDE.
    INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E HUMANIZAÇÃO DA SAÚDE
  2. A RELAÇÃO DE AJUDA

    Estudar a relação de ajuda em situações de crise e as expectativas que o ajudado pode ter. Conhecer os diferentes estilos de relação de ajuda. Identificar as dimensões que rodeiam o homem e como são afetadas durante as situações de crise.

    PARA UMA DEFINIÇÃO DO CONCEITO DE RELAÇÃO DE AJUDA.
    A ATITUDE EMPÁTICA.
    A ESCUTA ATIVA. A RESPONSABILIDADE NO DIÁLOGO DE RELAÇÃO DE AJUDA.
    A RESPOSTA EMPÁTICA.
    A ACEITAÇÃO INCONDICIONAL NA RELAÇÃO DE AJUDA.
    A HABILIDADE DE PERSONALIZAR O CONFRONTO E A RELAÇÃO DE AJUDA COMO PROCESSO.
    A AUTENTICIDADE NA RELAÇÃO DE AJUDA.
  3. A DOR

    Conhecer o que é a dor. Identificar as reações mais habituais das pessoas que sofreram a perda de um ente querido. Descrever os diferentes tipos de dor que existem.

    A PERDA.
    DIZER COISAS: UMAS AJUDAM, OUTRAS NÃO.
    QUANDO SE FAZEM PERGUNTAS.
    AS COISAS, OS LUGARES.
    O MAIS ALÉM.
    TAMBÉM SE APRENDE NA DOR.
    O QUE SE DIZ ÀS CRIANÇAS.
  4. FERRAMENTAS DE GESTÃO NA SAÚDE

    Conhecer, analisar e aplicar as principais ferramentas de gestão que podem ser utilizadas na área da saúde e que são necessárias para o acompanhamento.

    CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL.
    GESTÃO EFICAZ DO TEMPO.
    LIDERANÇA.
    AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E GESTÃO POR COMPETÊNCIAS.
    A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL.

Direção

Direção Acadêmica Geral

  • Dr. Maurizio Battino. Diretor da Área de Saúde e Nutrição da Fundação Universitária Iberoamericana. Ricercatore di Biochimica e docente della Scuola di Specializzazione in Scienza dell'Alimentazione.

Coordenação Geral da Área

  • Dra. (c) Irma Domínguez Azpíroz. Coordenadora Acadêmica da Área de Saúde e Nutrição da FUNIBER.

Direção Acadêmica do Programa

  • Cristina Muñoz Alustiza. Responsável pelo Departamento de Formação do Centro de Humanización de la Salud.

Coordenação Acadêmica do Programa

  • Mg. Vivian Lipari Zegarra. Mestre em Saúde Pública pela Universidad de Chile.

Professores e Autores

  • Dr. José Carlos Bermejo. Especialista em Humanização da Saúde, em dor e bioética. Diretor Máster em Counselling, Pós-graduado em Dor, em Humanização, Gestão e Pastoral da Saúde. Professor da Universidad Ramón Llull de Barcelona, Católica de Portugal e Camillianum de Roma, autor de numerosos livros e artigos em espanhol, português e italiano.
  • Sra. Marcela Salazar González. Enfermeira Universitária. Mestre em Educação com Menção em informática educativa. Diplomada em Humanização na Saúde. Coordenadora Clínica da Escola de Medicina da Universidad Finis Terrae. Professora no Instituto de Bioética da Universidad Finis Terrae.
  • Mg (c) Vivian Lipari. Mestra em Saúde Pública – Coordenadora Acadêmica da Funiber.

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente um valor econômico de caráter extraordinário para Bolsas de estudo em Formação FUNIBER.

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez que tenhamos recebido a documentação, o Comitê Avaliador examinará a idoneidade de sua candidatura para a concessão de um incentivo econômico na forma de Bolsa de estudo em Formação FUNIBER.