Mestrado em Otimização em Rendimento Esportivo

Apresentação do Programa

O Mestrado em Otimização do Rendimento Esportivo é um programa acadêmico de pós-graduação com um foco muito definido: dotar o aluno de ferramentas para que ele se torne competitivo na área do desempenho esportivo.

E para que ele possa enfrentar esse mercado, surgiu o Mestrado em Otimização do Rendimento Esportivo. Os alunos serão nutridos por conhecimentos-chave em todos os pontos centrais do rendimento esportivo, desde as últimas tendências em treinamento e melhoria da condição física, bem como nos elementos transversais que complementam o treinamento (tecnologias, nutrição ou psicologia). Além disso, aos alunos serão disponibilizados ambientes dinâmicos na modalidade e-learning para a assimilação dos conteúdos, juntamente com o enriquecimento por meio do contato e do debate com profissionais de nível superior.

O objetivo do Mestrado é fornecer conceitos, competências, estratégias e ferramentas para que o profissional da atividade física e do esporte esteja capacitado para planejar, desenvolver e avaliar adequadamente propostas de treinamento que garantam a qualidade final das tarefas profissionais na área do rendimento esportivo e assumir os compromissos e as responsabilidades éticas exigidos pela profissão.

A quem é dirigido

A metodologia de formação proposta, somada à clareza, amplitude e didática dos conteúdos, permite direcionar o programa de Mestrado em Otimização do Rendimento Esportivo a:

  • Licenciados/Graduados em Ciências da Atividade Física e do Esporte ou em carreiras afins, que estejam interessados ​​em uma formação complementar e específica que lhes permita aprofundar, reciclar ou atualizar suas competências profissionais e ter um desempenho mais eficiente em seu posto de trabalho; ou que esses estudos permitam ampliar suas possibilidades de inserção no mercado de trabalho; ou ainda oferecer um diferencial qualitativo, dada a competitividade do ambiente profissional.
  • Graduados em Educação ou em outras graduações em ciências da saúde que, além de sua formação básica, desejam ter uma especialização prática em rendimento esportivo.
  • Outros graduados universitários com experiência profissional em atividade física e esporte com interesse em atualizar, consolidar ou adquirir conhecimentos sobre otimização e melhoria do rendimento esportivo.

Titulação

A conclusão bem-sucedida do programa permitirá obter o título de Mestrado em Otimização do Rendimento Esportivo.

Após a conclusão bem-sucedida do Programa, o aluno receberá o diploma expedido pela universidade na qual tenha se matriculado.

Estrutura do Programa

A estrutura de créditos do Mestrado em Otimização em Rendimento Esportivo é definida abaixo, dependendo da orientação de seus créditos:

  CRÉDITOSa DURAÇÃOb

1a Parte: Disciplinas Obrigatórias

75 21
2a Parte: Projeto Final/Dissertação de Mestrado 12 3
TOTAL 87 24

a. Um crédito ECTS (European Credit Transfer System) é equivalente a 10 + 15 horas. Se o aluno estiver inscrito no programa de uma universidade não pertencente ao Espaço Europeu de Ensino Superior (EHEA), a relação entre créditos-horas pode variar.
b. Duração em meses.

Objetivos

Objetivo geral

  • Planejar, desenvolver e avaliar adequadamente estratégias que garantam a qualidade final das tarefas profissionais na área de rendimento esportivo e assumir os compromissos e as responsabilidades éticos exigidos pela profissão.

Objetivos específicos

  • Identificar o funcionamento dos diferentes sistemas fisiológicos do corpo humano.
  • Elaborar uma programação e periodização corretas do treinamento em esportes de alto rendimento, bem como quantificar cuidadosamente a carga de treinamento.
  • Selecionar métodos eficazes, válidos e confiáveis ​​para a avaliação funcional do atleta.
  • Analisar novas tecnologias para registrar, analisar e avaliar a condição física e o desempenho do atleta.
  • Estabelecer os métodos de avaliação psicológica aplicada ao esporte de alto desempenho.
  • Analisar as estratégias nutricionais e alimentares adaptadas à modalidade esportiva, ao período competitivo e às características individuais do atleta.

 

Saídas Profissionais

Algumas das saídas profissionais do Mestrado em Otimização em Rendimento Esportivo são as seguintes:

  • Preparador físico de atletas de alto rendimento
  • Especialista em treinamento de força e condicionamento físico em esportes de alto rendimento
  • Especialista em avaliação, otimização e controle do atleta de alto rendimento
  • Analista do rendimento físico-esportivo em esportes individuais e coletivos
  • Analista técnico da competição em uma modalidade esportiva
  • Treinador físico em centros de fitness e wellness, orientado à optimização do rendimento esportivo
  • Preparador físico e readaptador físico-esportivo em centros multidisciplinares
  • Assessor científico-técnico para a otimização do rendimento em esportes individuais e coletivos

Observação: o exercício das profissões é regulamentado pela legislação de cada país.

Plano de estudos

Desse modo, o Mestrado em Otimização do Rendimento Esportivo é formado por 2 partes que serão descritas a seguir:

  • 1a PARTE: DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

A primeira parte é composta por 14 disciplinas, nas quais se descrevem as bases do treinamento esportivo. Também são explicadas as matérias envolvidas na otimização do rendimento esportivo.

As disciplinas que compreendem esta parte são mostradas na tabela abaixo:

Fase Inicial: BASES DO TREINAMENTO ESPORTIVO
# DISCIPLINAS CRÉDITOS
1 Anatomia humana 6
2 Fisiologia do corpo humano 6
3 Biomecânica do movimento humano 6
4 Fundamentos do treinamento 6
5 Planejamento e treinamento físico de alto nível 6
TOTAL 30
Fase Avançada: OTIMIZAÇÃO DO RENDIMENTO ESPORTIVO
# DISCIPLINAS CRÉDITOS
1 Teoria e prática do treinamento 5
2 Fisiologia do treinamento esportivo de alto nível 5
3 Monitoramento e quantificação da carga de treinamento em alto rendimento 5
4 Modelos de planejamento e periodização do treinamento nos esportes 5
5 Avaliação funcional do atleta de elite 5
6 Estratégias para a prevenção e readaptação de lesões esportivas 5
7 Instrumentos tecnológicos aplicados ao treinamento 5
8 Psicologia no alto rendimento 5
9 Nutrição e rendimento esportivo 5
TOTAL 45
  • 2a PARTE: PROJETO FINAL/DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

A última parte do Mestrado é destinada à realização do Projeto Final/Dissertação de Mestrado, que pode ser iniciado antes mesmo do término da 1ª Parte: Disciplinas Obrigatórias, uma vez que, nesse momento, o aluno já terá desenvolvido os elementos necessários para iniciar o trabalho.

O objetivo é apresentar um documento completo que demonstre o desenvolvimento total do projeto proposto, contemplando a possibilidade de sua execução concreta de acordo com as diretrizes e os detalhes do Projeto Final/Dissertação de Mestrado apresentado.

O Projeto deve ser uma contribuição a algumas das áreas estudadas ou relacionadas, tanto teórica quanto aplicada, respeitando as doutrinas, teorias e disciplinas relacionadas.

Além disso, deve estar baseado no documento "Diretrizes para a Elaboração do Projeto Final/Dissertação de Mestrado" que o aluno receberá na primeira entrega do material didático.

2ª PARTE: PROJETO FINAL/DISSERTAÇÃO DE MESTRADO
# DISCIPLINAS CRÉDITOS
1 Projeto Final/Dissertação de Mestrado 12
TOTAL 12

Observação: O conteúdo do programa acadêmico pode estar submetido a ligeiras modificações, em função das atualizações ou das melhorias efetuadas.

Direção

Direção acadêmica

  • Dr. Maurizio Antonio Battino. Diretor da Área de Saúde e Nutrição da Fundação Universitária Iberoamericana. Pesquisador em Bioquímica e docente da Scuola di Specializzazione in Scienza dell'Alimentazione. Professor na Università Politecnica delle Marche.

Coordenação Geral Acadêmica

  • Dr. Álvaro Velarde Sotres. Coordenador Internacional da Área de Esporte.
  • Dra. (c) Irma Domínguez. Coordenadora Internacional da Áreas de Saúde.

Professores e Autores

  • Dr. Antonio Jesús Bores. Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte. Preparador físico profissional e professor na Universidad Europea del Atlántico.
  • Dr. Archit Navandar. Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad Politécnica de Madrid. Professor na Universidad Europea del Madrid.
  • Dr. Álvaro Velarde Sotres. Doutorado em Projetos de Saúde pela Universidad Internacional Iberoamericana. Professor na Universidad Europea del Atlántico.
  • Dr. Carlos Lago Fuentes.  Doutorado em Ciências do Esporte, Educação Física e Atividade Física Saudável pela Universidad de Vigo. Diretor acadêmico da graduação em Ciências da Atividade Física e do Esporte da Universidad Europea del Atlántico.
  • Dr. Felipe García Pinillos. Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad de Jaén. Professor na Universidad Europea del Atlántico.
  • Dr. Iker Muñoz. Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad Europea de Madrid. Formação e pesquisa especializada em análise e otimização do rendimento em atletas de longa distância.
  • Dra. Priscilla Almeida. Doutorado em Biomedicina pela Universidad de Zaragoza. Professora da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra. Susana Martínez. Doutorado em Biomedicina pela Universidad de León. Professora na Universidad Europea del Atlántico.
  • Dr. Jerónimo Aragón. Doutorado em Nutrição Humana. Mestrado em Pesquisa em Atividade Física e Esporte. Pesquisa sobre o impacto fisiológico do estresse oxidativo, do esporte, da atividade física e da saúde.
  • Dr. Jose Antonio de Paz Fernández. Doutor em Medicina e Cirurgia pela Universidade de Salamanca. Professor titular na Universidad de León.
  • Dr. Juan Francisco Mielgo. Doutorado em Pesquisa Biomédica e mestrado em Nutrição e Saúde pela Euskal Herriko Unibertsitatea.
  • Dra. Amélia Cristina Stein. Doutorado em Ciências da Atividade Física e da Saúde pela Universidad de León. Professora na Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra. Eva Montero. Doutorado em Psicologia pela Universidad Autónoma de Madrid. Experiência como psicóloga clínica-sanitária e esportiva.
  • Dr. Mario David Cordero Morales.. Doutorado pela Universidad de Sevilla. Pesquisador do Instituto de Pesquisa e Inovação Biomédica de Cádiz.
  • Dra. María José Cuervas González. Doutorado em Biomedicina pela Universidad de León. Professora na Universidad de León.
  • Dra. María Victoria García Mediavilla. Doutorado em Biomedicina pela Universidad de León. Professora na Universidad de León.
  • Dr. Osvaldo Costa Moreira. Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad de León. Professor na Universidade Federal de Viçosa.
  • Dra. Claudia Eliza Patrocinio.  Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte pela Universidad de León. Professora na Universidade Federal de Viçosa.
  • Dr. Valentín Emilio Fernández.  Doutorado em Ciências da Atividade Física e do Esporte. Professor na Universidad Europea del Madrid.
  • Dr. (c) Juan Jesús Salinero.  Doutorado (em andamento) em Rendimento Esportivo pela Universidad de Castilla-La Mancha. Professor na Instituição Educacional SEK.
  • Dr. (c) Víctor Luis Escamilla Galindo.  Mestrado Universitário em Avaliação e Treinamento Físico para a Saúde, Universidad de Zaragoza. Graduado em Ciências da Atividade Física e do Esporte.
  • Dra. (c) María Soledad Arribalzaga.  Doutorado (em andamento) em Saúde, Deficiência, Dependência e Bem-Estar na Universidad de León. Mestrado em Treinamento e Nutrição Esportiva pela Universidad Europea de Madrid.
  • Dr. (c) Martín Barcala Furelos.  Doutorado (em andamento) em Atividade Física, Educação Física e Esporte pela Universidad Pontifica de Salamanca. Professor na Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dr. (c) Leonardo de Jesús Hernández Cruz.  Doutorado (em andamento) em Educação pela Universidad Internacional Iberoamericana. Mestrado em Atividade Física. Professor na Universidade Internacional do Cuanza.
  • Dr. (c) Josep Alemany Iturriaga.  Doutorado (em andamento) em Educação. Ampla experiência profissional como treinador de basquete. Professor do Comitê Técnico da Federação Catalã de Basquete.

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente um valor econômico de caráter extraordinário para Bolsas de estudo em Formação FUNIBER.

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez que tenhamos recebido a documentação, o Comitê Avaliador examinará a idoneidade de sua candidatura para a concessão de um incentivo econômico na forma de Bolsa de estudo em Formação FUNIBER.