Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento

Apresentação do Programa

Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento agrupa os conceitos fundamentais vinculados à gestão e à direção das pessoas no século XXI, no âmbito de uma gestão integrada da organização e dos diferentes processos e ferramentas que possam ser úteis a uma condução eficaz desses recursos.

Mediante a articulação pedagógica de fundamentos teóricos e discussão de casos práticos, em um espaço de interação promovido pelos professores e pelo uso de um Campus Virtual, a pessoa que termine o Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento estará qualificada para:

  • Conhecer e dominar as técnicas mais adequadas à potencialização da capacidade de gestão e de tomada de decisões.
  • Conhecer e manejar as técnicas modernas na gestão do conhecimento, fundamentadas no uso das novas tecnologias no processamento de informação no âmbito empresarial.
  • Ampliar suas capacidades e habilidades diretivas, aplicando as melhores metodologias na gestão de pessoas em qualquer organização.
  • Desenvolver as funções e procedimentos para planejamento, organização, execução e controle dos recursos humanos na empresa.
  • Elaborar as bases estratégicas alinhadas com os objetivos da empresa, que permitam planejar e antecipar os movimentos futuros no âmbito dos recursos humanos.

A quem é dirigido

Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento destina-se a profissionais e dirigentes com experiência na área e a titulados universitários que desejam ampliar ou consolidar seus conhecimentos em recursos humanos e gestão do conhecimento na empresa do século XXI.

Algumas das perspectivas profissionais propiciadas pelo Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento, entre outras:

  • Diretor de área RH.
  • Chefe de Personal.
  • Assessor de empresa.
  • Consultor de RH.
  • Especialista na área de RH.

 

A metodologia de formação proposta, somada à clareza, à amplitude e à didática do desenho dos conteúdos, permite dirigir o Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento a profissionais de todas as áreas, que tenham a inquietude de envolver-se no mundo dos recursos humanos de uma maneira responsável e com uma alta disciplina de estudo, e que desejam desempenhar-se nesse campo profissional exercendo cargos executivos e de assessoria.

Titulação

Ao finalizar o Programa com êxito, o aluno receberá um Diploma expedido pela Universidade na qual se tenha matriculado com o patrocínio da Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER).

Estrutura do Programa

A duração estimada do Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento é de 850 horas (85 créditos).

Com relação à distribuição do tempo, estabelece-se que:

  • Por ser um Programa a distância e não estar sujeito a formação de classes presenciais, não se estabelece uma concreta data de início, razão pela qual o aluno possa formalizar sua matrícula a qualquer momento, sempre que haja vagas disponíveis.
  • Por motivos acadêmicos e de aprendizagem se dispõe de uma duração mínima do Programa que, em casos excepcionais (por exemplo, validação de disciplinas) poderá ser de seis meses.
  • O tempo máximo do qual se dispõe para realizar o Programa é de vinte e quatro meses. Neste período de tempo, o aluno tem que haver superado com êxito todas as atividades avaliáveis e ter sido aprovado no Projeto Final de Mestrado ou Tese de Mestrado

A estrutura de créditos do Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento é contemplada na seguinte tabela:

MÓDULOS (CARÁCTER)> CRÉDITOS ECTSa DURAÇÃOb HORAS
Módulo 1: Gestão de Conhecimento e Processos Organizacionais 22 6 220
Módulo 2: Gestão de Recursos Humanos 26 6 226
Módulo 3: Habilidades Diretivas 19 5 190
Módulo 4: Desenvolvimento Profissional 5 3 50
Metodologia da Pesquisa Científica e Dissertação de Mestrado (Obrigatório) 15 5 150
TOTAL 90 24 836

Objetivos

Objetivo geral:

  • Formar profissionais que possuam um pensamento estratégico e executivo dos recursos humanos e da gestão do conhecimento no âmbito da gestão integrada e sistêmica da organização, com o apoio das novas tecnologias da informação e da comunicação.

Objetivos específicos:

  • Conhecer e dominar as técnicas mais adequadas nessa área de Direção para potencializar a capacidade de gestão e a tomada de decisões.
  • Conhecer e manejar as técnicas modernas na gestão do conhecimento, fundamentadas no uso das novas tecnologias no processamento de informação no âmbito empresarial.
  • Ampliar suas capacidades e habilidades diretivas, assim como aplicar as melhores metodologias na gestão de pessoas em qualquer organização.
  • Desenvolver funções e procedimentos para planejamento, organização, execução e controle dos recursos humanos na empresa.
  • Elaborar as bases estratégicas alinhadas aos objetivos da empresa, que permitam planejar e antecipar os movimentos futuros no âmbito dos recursos humanos.
  • Determinar e analisar as atividades e responsabilidades do Diretor de Recursos Humanos em cada um de seus âmbitos de competência, e assim, propor ferramentas para o cumprimento de cada uma das fases dos processos de gestão dos recursos humanos, abrangendo cada uma das áreas de conhecimento.
  • Compreender e dirigir os processos de criação, geração, formulação e difusão de conhecimento individual e coletivo em termos de tarefas colaborativas e cooperativas que facilitem e potencializem a emergência de soluções viáveis, concretas e sustentáveis a problemas do mundo real, cuja consecução se manifeste na gestão de recursos humanos.

Saídas Profissionais

Algumas das perspectivas profissionais propiciadas pelo Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento, entre outras:

  • Diretor de área RH.
  • Chefe de Personal.
  • Assessor de empresa.
  • Consultor de RH.
  • Especialista na área de RH.

Plano de estudos

O programa de Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento possui uma estrutura curricular baseada em 4 partes formativas:

  • 1ª Parte: Gestão do Conhecimento e Processos Organizacionais (220 horas)

A primeira parte permite compreender, conhecer e dominar as técnicas de gestão do conhecimento em seus aspectos organizacionais e técnicos, assim como considerar e conhecer os processos psicossociais básicos a ela vinculados.

As disciplinas e as horas correspondentes que compõem a primeira parte são mostradas na seguinte tabela:

  • 2ª Parte: Direção de Recursos Humanos (260 horas)

A segunda parte permite dotar de conhecimentos, ferramentas e técnicas para a gestão de pessoas, para desenhar, revisar, controlar e avaliar as políticas e práticas de Recursos Humanos, assim como para analisar as atividades, funções e responsabilidades do departamento e do diretor.

As disciplinas e horas correspondentes que compõem a segunda parte são mostradas na seguinte tabela:

  • 3ª Parte: Habilidades Diretivas e Desenvolvimento Profissional (240 horas)

A terceira parte permite explicar de maneira didática e prática os aspectos relevantes relacionados ao desenvolvimento das habilidades diretivas e competências necessárias no âmbito de gestão de pessoas, dotando os alunos de conhecimentos, técnicas e ferramentas adequadas às situações que o dirigente de RH há de enfrentar, e que elevem seu desenvolvimento profissional.

As disciplinas e horascorrespondentes que compõem a terceira parte são mostradas na seguinte tabela:

  • 4ª Parte: Dissertação de Mestrado (130 horas)

A dissertação de Mestrado ou Tese de Mestrado, cuja carga letiva é de 130 horas, tem como objetivo apresentar um documento completo que demonstre o desenvolvimento total do projeto proposto, contemplando, do mesmo modo, a possibilidade de sua execução concreta.

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - TESE DE MESTRADO
# DISCIPLINAS HORAS
1 Metodologia de Pesquisa Científica 50
2 Dissertação de Mestrado 100
  TOTAL 150

Descrições dos Cursos

1ª PARTE: GESTÃO DO CONHECIMENTO E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS

  1. ESTRUTURA E MUDANÇA ORGANIZACIONAL

    Esta disciplina mostra o processo de transformação que tem ocorrido nas atuais organizações, e analisa as tendências futuras a serem enfrentadas.

    MUDANÇA DO AMBIENTE, A DIVERSIDADE MUNDIAL, A ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, SEU DESENHO E SUAS DIMENSÕES BÁSICAS
    DESENHO DA ORGANIZAÇÃO E SUAS FORMAS
  2. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DA MUDANÇA

    Nesta disciplina se desenvolve uma visão que contextualiza a gestão da mudança cultural e tecnológica, proporcionando as bases e os delineamentos para o trânsito à Sociedade da Informação e do Conhecimento e suas conseqüências organizacionais na administração empresarial.

    ANÁLISE DA ATUAL SITUAÇÃO: A SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO
    ADEQUAÇÃO À MUDANÇA: GESTÃO DA MUDANÇA CULTURAL E TECNOLÓGICA
    DA ATUAL SOCIEDADE EM REDE À SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
    MUDANÇA NAS ORGANIZAÇÕES: A ADMINISTRAÇÃO ABERTA
  3. CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL

    Esta disciplina analisa os mais relevantes conceitos e enfoques teóricos da cultura e do clima organizacionais, suas inter-relações, os tipos e métodos para o estudo, assim como a forma de enfrentar e resolver disfunções.

    A CULTURA EMPRESARIAL E SUA RENTABILIDADE
    OS ESTILOS CULTURAIS E O PAPEL DO LÍDER EM SUA GESTÃO EFICAZ
    O CLIMA NO TRABALHO E SUA INFLUÊNCIA NOS RESULTADOS DA ORGANIZAÇÃO
  4. INOVAÇÃO, CULTURA E GESTÃO DO TRABALHO NA SOCIEDADE DA COMUNICAÇÃO

    Esta disciplina fará compreender e refletir sobre o papel das tecnologias na sociedade da comunicação a partir da perspectiva da mudança que as inovações tecnológicas representam.

    FUNDAMENTOS DA INOVAÇÃO (CONCEITOS, DIFUSÃO DE INOVAÇÕES, TIPOS DE INOVAÇÕES, MODELOS DE INOVAÇÃO)
    MUDANÇAS NAS FORMAS E MODOS DE TRABALHO (DO TELETRABALHO À GESTÃO MÓVEL) ESTUDO DE CASOS
  5. ENTORNOS VIRTUAIS DE TRABALHO COLABORATIVO

    Esta disciplina dá a conhecer o conceito e as tecnologias associados ao trabalho colaborativo, da gestão de equipes organizacionais à gestão de equipes a distância, mediatizados por entornos virtuais.

    FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO INDIVIDUAL
    GESTÃO DE GRUPOS E DE EQUIPES
    FUNDAMENTOS DA COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
    PROCESSOS DE GESTÃO POR ENTORNOS VIRTUAIS
    ENTORNOS VIRTUAIS DE TRABALHO COLABORATIVO
  6. INTEGRAÇÃO DOS SISTEMAS DE GESTÃO EMPRESARIAL

    Esta disciplina pretende oferecer uma visão geral dos sistemas de gestão da empresa moderna SCM, ERP e CRM.

    GESTÃO DA CADEIA DE FORNECIMENTOS
    PLANIFICAÇÃO DOS RECURSOS EMPRESARIAIS
    GESTÃO DOS VÍNCULOS COM CLIENTES RELACIONADOS COM O COMÉRCIO ELETRÔNICO
  7. GESTÃO DO CONHECIMENTO E APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL

    Esta disciplina analisa cada uma dos tipos de conhecimento gerado nas empresas para sua gestão, diagnóstico, distribuição e disponibilidade da informação como fatores chave de êxito. Também mostra os processos de aprendizagem organizacional vinculados e em concordância com a gestão do conhecimento organizacional.

    A GESTÃO DO CONHECIMENTO (CONHECIMENTO E GESTÃO, OBJETIVOS DA GESTÃO DO CONHECIMENTO, PROPRIEDADES E TIPOS, FERRAMENTAS E IMPLANTAÇÃO)
    NOVOS PARADIGMAS EM DOCÊNCIA E PESQUISA (E-LEARNING)
    APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL E MODELOS DE MATURIDADE (A ORGANIZAÇÃO QUE APRENDE, PESQUISA-AÇÃO OU A GESTÃO DA TEORIA E DA PRÁTICA, MODELOS DE MATURIDADE DE APRENDIZAGEM

2ª PARTE: DIREÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

  1. GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS

    Essa disciplina está orientada a desenhar o âmbito conceitual e metodológico para que se possa reconhecer o enfoque sistêmico e estratégico da atual Gestão de Recursos Humanos (GRH).

    PANORÂMICA SOBRE OS EFEITOS DA GLOBALIZAÇÃO NOS RH.
    PANORÂMICA DAS FUNÇÕES DO DIRETOR DE RH.
    AS NOVAS TECNOLOGIAS NA GESTÃO DE RH E NOS SISTEMAS DE CONTROLE DE GESTÃO DE RH.
  2. ANÁLISE, DESCRIÇÃO E AVALIAÇÃO DE POSTOS

    Esta disciplina analisa as vantagens e os inconvenientes ligados à descrição, à análise e à avaliação de postos na organização, seguindo as metodologias mais usuais e gerindo o processo do início ao fim.

    ESTRUTURA ORGANIZACIONAL.
    POSTO DE TRABALHO: ANÁLISE E DESCRIÇÃO DE POSTOS, MÉTODOS E PROCESSOS, SUA RELAÇÃO COM AS TÉCNICAS DE RH, CLASSIFICAÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO, MAPA E TENDÊNCIAS.
  3. RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E PROMOÇÃO

    Esta disciplina analisa os processos de seleção nos âmbitos empresarial e social, dá a conhecer as modalidades e instrumentos mais eficazes para desenhar e programar fases do processo, observando os índices e indicadores mais usados na empresa moderna.

    CONCEITOS GERAIS
    PROCESSO GERAL
    A DEMANDA
    O PERFIL PROFISSIONAL
    EXPLORAÇÃO E AVALIAÇÃO
    PREPARAÇÃO DE UM PERFIL DE COMPETÊNCIAS
    REVISÃO DOS PERFIS DE COMPETÊNCIA DO POSTO
    DESENVOLVIMENTO DA GESTÃO ESTRATÉGICA COM BASE NO POTENCIAL
  4. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

    Esta disciplina explica a necessidade de recorrer a determinados pressupostos teórico-metodológicos para inserir na prática o enfoque por competências na GRH, de recorrer ao processo de formação como única via sustentável de manter revitalizadas essas competências e seu desenvolvimento, e de utilizar a avaliação do desempenho como processo de retroalimentação para a revitalização e o desenvolvimento das referidas competências profissionais.

    A GESTÃO DO DESEMPENHO BASEADA EM COMPETÊNCIAS
    CRITÉRIOS DO DESEMPENHO
    FASES DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO
    AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS
    PLANOS DE CARREIRA E DE SUCESSÃO BASENDO-SE EM COMPETÊNCIAS
    A ENTREVISTA DE AVALIAÇÃO
    PREPARAÇÃO DE UM PERFIL DE COMPETÊNCIA
    REVISÃO DOS PERFIS DE COMPETÊNCIA DO POSTO
    DESENVOLVIMENTO DA GESTÃO ESTRATÉGICA COM BASE NO POTENCIAL
  5. RETRIBUIÇÃO E INCENTIVOS

    Esta disciplina mostra como utilizar a retribuição como uma ferramenta de gestão integrada nas políticas de RH e estratégias da companhia.

    A GESTÃO ESTRATÉGICA DAS REMUNERAÇÕES
    RETRIBUIÇÃO E MOTIVAÇÃO
    O SISTEMA DE RETRIBUIÇÃO
    O DESENHO E A IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA RETRIBUTIVA
    O PROCESSO ANUAL DE PLANEJAMENTO SALARIAL
    A COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE PLANEJAMENTO SALARIAL
    SOLICITAÇÕES EM MATÉRIA SALARIAL DO DIRETOR DE RH
  6. FORMAÇÃO E PLANOS DE CARREIRA

    Esta disciplina pretende capacitar o aluno para a elaboração de uma política de formação que permita desenvolver o potencial humano na organização, alcançar os objetivos estratégicos da empresa e cumprir os requerimentos das atuais certificações de qualidade, assim como desenvolver ferramentas e procedimentos para reforçar o talento da organização.

    IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO NA EMPRESA
    PRINCÍPIOS ESSENCIAIS À EFETIVIDADE DA FORMAÇÃO
    PRINCÍPIOS ESSENCIAIS À EFETIVIDADE DA FORMAÇÃO
    DESENVOLVIMENTO E EXECUÇÃO DO PLANO
    AVALIAÇÃO DO PLANO
    OS PLANOS DE CARREIRA
    A TRAJETÓRIA PROFISSIONAL, FASES E ESTAÇÕES
    FUNÇÕES GENÉRICAS E ESPECÍFICAS NOS PLANOS DE CARREIRA
    NECESSIDADES E OBJETIVOS DOS PLANOS DE CARREIRA
    PLANO DE SUCESSÃO E AVALIAÇÃO DE POTENCIAL (AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO)
  7. PREVENÇÃO CONTRA RISCOS LABORAIS: OHSAS 18001

    Apresentar conhecimentos voltados à identificação dos requisitos empresariais em matéria de prevenção e à aplicação das diferentes técnicas para o controle dos riscos laborais, no intuito de se alcançar um eficaz desenvolvimento da gestão humana na gestão da prevenção.

    INTRODUÇÃO ÀS CONDIÇÕES DE TRABALHO E SAÚDE
    Breve história da prevenção contra riscos laborais. Relação entre trabalho e saúde. Ambiente laboral. Danos derivados do trabalho. Aspectos básicos da Higiene Industrial. Técnicas específicas para o controle de riscos laborais. Prevenção-Proteção.
    ACIDENTES E SEGURANÇA NO TRABALHO
    Definição de acidente de trabalho. Diferenças entre acidente de trabalho e outras agressões à saúde e ao bem-estar dos trabalhadores. Definição de enfermidade profissional. Custos de acidentes de trabalho e das enfermidades profissionais. Custos da prevenção.
    ESTUDO DE ALGUMAS TÉCNICAS DE PREVENÇÃO
    Avaliação de riscos: Definição de avaliação de riscos. Análise e avaliação de riscos. Alternativas e métodos de avaliação de riscos.

    Inspeção de segurança: Definição de inspeção de segurança. Fases da inspeção de segurança. Investigação de acidentes: Definição de investigação de acidentes. Metodologia da investigação de acidentes. Análise estatística da acidentalidade: Índices estatísticos de sinistralidade. Métodos estatísticos de controle.

    GESTÃO DA PREVENÇÃO CONTRA RISCOS LABORAIS
    Integração da atividade preventiva à gestão global da empresa. Sistema de gestão da prevenção de riscos laborais. Modelos de gestão da prevenção contra riscos laborais. Norma OHSAS 18001:2007. Ciclo de melhoria contínua. Família de Normas OHSAS 18000. Estrutura da Norma OHSAS 18001:2007. Requisitos da Norma OHSAS 18001:2007.
  8. AUDITORIA DE RECURSOS HUMANOS

    Esta disciplina dota o participante de ferramentas e técnicas para a realização de auditorias, enfatizando o papel do auditor e os aspectos básicos nos processos de auditoria.

    A AUDITORIA DE RECURSOS HUMANOS, SUA IMPORTÂNCIA
    ETAPAS EM UM PROCESSO DE AUDITORIA
    O PAPEL DO AUDITOR
    BARREIRAS E VANTAGENS FUNDAMENTAIS NOS PROCESSOS DE AUDITORIA DE RH
    OS MÉTODOS E TÉCNICAS DE AUDITORIA
  9. ÉTICA EMPRESARIAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

    Esta disciplina fornece conhecimentos teórico-práticos relativos à ética e a sua compreensão e utilidade no âmbito da gestão empresarial e das pessoas

    INTRODUÇÃO À ÉTICA
    OS VALORES MORAIS NA SOCIEDADE MODERNA
    ÉTICA E SOCIEDADE
    A ÉTICA COMO INSTRUMENTO NA GESTÃO DE EMPRESA

3ª PARTE: HABILIDADES DIRETIVAS E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

  1. TÉCNICAS DE DIREÇÃO E LIDERANÇA ORGANIZACIONAL

    O objetivo geral desta disciplina é conhecer, aprofundando-se, os estilos de liderança e direção, suas inter-relações, diferenças, importância e enfoques teóricos, assim como as competências e habilidades necessárias para seu exercício.

    FUNÇÕES DA LIDERANÇA E A DIREÇÃO HARD E SOFT
    A LIDERANÇA FUNCIONAL NAS ORGANIZAÇÕES
    OS MODELOS E ESTILOS DE LIDERANÇA
    RECONHECIMENTO E FLEXIBILIZAÇÃO DO ESTILO PRÓPRIO
    A LIDERANÇA E SUA RELAÇÃO COM OS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS
  2. TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL

    Esta disciplina identifica os elementos que intervêm num processo de comunicação, cataloga esses elementos e descreve os papéis dos diferentes personagens que intervêm num processo de comunicação em uma área de trabalho.

    A COMUNICAÇÃO: ASPECTOS GERAIS
    MODELOS DE COMUNICAÇÃO E SEUS PARTICIPANTES
    O PROCESSO DA COMUNICAÇÃO
    MEIOS PARA COMUNICAÇÃO
    BARREIRAS À COMUNICAÇÃO
    TÉCNICAS E FERRAMENTAS PARA UMA COMUNICAÇÃO EFETIVA
    QUALIDADES PESSOAIS PARA SER UM BOM COMUNICADOR
  3. TÉCNICAS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS E NEGOCIAÇÃO

    Esta disciplina contém informação para ajudar a entender os aspectos teóricos e práticos relacionados aos conflitos e às estratégias de resolução mais usuais: Negociação, Mediação e Arbitragem, entre outras.

    INTRODUÇÃO À ANÁLISE DOS CONFLITOS
    ESTRATÉGIAS E MÉTODOS PARA RESOLVÊ-LOS
    COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NECESSÁRIAS NA RESOLUÇÃO DE CONFLITOS NA EMPRESA
  4. TÉCNICAS DE DIREÇÃO DE EQUIPES DE TRABALHO

    Esta disciplina dá a conhecer os elementos teóricos e práticos relacionados a grupos e equipes de trabalho, suas características, e as técnicas e ferramentas para sua gestão eficaz.

    CONCEITOS DE GRUPO E DE EQUIPE, SUAS CARACTERÍSTICAS DIFERENCIAIS
    APLICAÇÕES PRÁTICAS PARA MOTIVAR EQUIPES DE TRABALHO
    A COMPETÊNCIA VINCULADA AO TRABALHO EM EQUIPE
    OS MEMBROS E SEUS PAPÉIS EM UMA EQUIPE DE TRABALHO
  5. GESTÃO DE TEMPO E DIREÇÃO DE REUNIÕES

    Esta disciplina mostra como otimizar as reuniões de trabalho mediante uma boa preparação e o desenvolvimento dessas reuniões, assim como as habilidades para conduzir a equipe. Também fornece critérios e técnicas para a gestão do próprio tempo dentro do âmbito da função diretiva.

    A GESTÃO DO TEMPO E A EFICÁCIA DO DIRIGENTE
    PRINCÍPIOS DE PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DO DIRIGENTE
    A DELEGAÇÃO, CONCEITOS, DIFICULDADES E VANTAGENS
    O PROCESSO DE DELEGAÇÃO
  6. ESTRESSE E BURNOUT

    Esta disciplina ensina como gerir as situações de estresse e burnout dentro da organização empresarial, dotando o aluno dos conhecimentos teórico-práticos necessários.

    CONCEITOS, ENFOQUES MAIS IMPORTANTES NO ENFRENTAMENTO DO ESTRESSE NO TRABALHO
    TÉCNICAS E FERRAMENTAS PARA A GESTÃO DO ESTRESSE
    FATORES CAUSADORES DO ESTRESSE NO TRABALHO
    INCIDÊNCIAS DO ESTRESSE EM FUNÇÃO DE VARIÁVEIS PESSOAIS
  7. TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO

    Esta disciplina desenvolve as capacidades dos participantes para preparar e realizar apresentações profissionais, para o alcance da influência desejada sobre o auditório.

    DEFINIÇÕES CONCEITUAIS DA APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO NO ÂMBITO PROFISSIONAL
    FATORES DE ÊXITO
    PREPARAÇÃO, REALIZAÇÃO E PAPEL DO APRESENTADOR
  8. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

    Esta disciplina tem como objetivo conhecer e compreender as ferramentas da inteligência emocional.

    INTRODUÇÃO À INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
    A INTELIGÊNCIA HUMANA
    AS EMOÇÕES
    A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA EMPRESA
  9. MARKETING PESSOAL

    Esta disciplina tem como objetivo demonstrar a necessidade do marketing pessoal no mundo atual.

    PARA QUE FAZER MARKETING PESSOAL?
    DEFINIÇÃO DE MARKETING PESSOAL
    REALIZAÇÃO DE UMA CAMPANHA DE MARKETING PESSOAL
    FERRAMENTAS DE MARKETING
  10. CAPITAL INTELECTUAL

    Esta disciplina está encaminhada a demonstrar que o fator humano, como criador e difusor do conhecimento, está convertendo-se numa das principais fontes de vantagens competitivas para as organizações.

    MARCO TEÓRICO DO CAPITAL INTELECTUAL
    MODELOS DE IMPLEMENTAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL
    O CAPITAL HUMANO: ANTECEDENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DO COMPONENTE HUMANO
  11. A QUALIDADE COMO FERRAMENTA DE GESTÃO DE RH

    Esta disciplina aprofunda-se na importância da qualidade como ferramenta imprescindível na gestão de RH.

    IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE, SUA DEFINIÇÃO E EVOLUÇÃO HISTÓRICA
    CONHECER OS MODELOS DE QUALIDADE
    APROFUNDAR-SE NOS EFEITOS QUE A QUALIDADE EXERCE NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
  12. PROGRAMAÇÃO NEUROLINGÜÍSTICA

    Esta disciplina introduz o aluno num tema atraente, prático e de grande atualidade. Ademais, mostra os modelos de conduta humana mediante os quais algumas pessoas e profissionais em particular conseguem os máximos desenvolvimentos de excelência, enquanto outras pessoas, fazendo aparentemente o mesmo, não o conseguem.

    A PSICOTERAPIA COMO ANTECEDENTE HISTÓRICO DA PROGRAMAÇÃO NEUROLINGÜÍSTICA (PNL)
    SURGIMENTO DA PNL
    CONCEITO DE PNL
    SISTEMAS REPRESENTACIONAIS
    REPRESENTAÇÃO DA REALIDADE
    PNL E COMUNICAÇÃO
  13. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

    Esta disciplina familiariza o aluno com o contexto científico da pesquisa e suas exigências conceituais e metodológicas. Apresenta as distintas etapas de um processo de pesquisa favorecendo o desenvolvimento de habilidades e destrezas no desenho metodológico do Projeto Final, assim como na elaboração do relatório ou memória da pesquisa.

    Alguns temas abordados na disciplina são:

    ASPECTOS EPISTEMOLÓGICOS DA PESQUISA CIENTÍFICA
    O que é a epistemologia? O que é um paradigma? Conhecimento e ciência Concepção empírico-positiva. Concepção hermenêutica ou interpretativa. Poiese e práxis: chaves para a compreensão dos paradigmas
    O PROCESSO DE PESQUISA CIENTÍFICA
    Etapas do caminho. Como iniciar uma pesquisa? O projeto: ponto de partida. Escolha do tema. Formulação do problema. Formulação das perguntas da pesquisa. Definição de objetivos. Elaboração de hipóteses. Justificativa da pesquisa. Definição do título.
    CONSTRUÇÃO DO MARCO TEÓRICO
    O que é um marco teórico? Revisão da literatura: documentação e busca de informação. O que buscar? Fontes primárias, secundárias e terciárias. Onde buscar? Localização virtual e/ou física. Qual literatura consultar em profundidade? Critérios de seleção. Como ler textos acadêmicos? Estratégias para a leitura e compreensão de textos escritos. Reproduzir/compreender um texto: além do tudo ou nada. Conselhos úteis para a leitura de textos acadêmicos. Como registrar a informação? Elaboração do marco teórico: pautas orientadoras.
    CRIAÇÃO DA ESTRATÉGIA METODOLÓGICA
    Definição do tipo de desenho de pesquisa. Classificação das variáveis. Definição operacional da variável. A amostragem. Técnicas e instrumentos de coleta de dados. A observação participante. Grupo nominal. Técnica DELPHI. Entrevista em profundidade. Grupos de discussão. História de vida. Procedimentos para a análise dos dados. Análise qualitativa dos dados. Análise de conteúdo. Análise do discurso.
    O RELATÓRIO DA PESQUISA
    Partes de um relatório de pesquisa escrito. Aspectos formais na redação de trabalhos científicos. A composição de textos escritos: o processo de escritura. Questões textuais. Propriedades textuais básicas. Normas internacionais de citações bibliográficas. Normas gerais para citações no texto. Referências bibliográficas ao final do texto. Alguns critérios para auto avaliar um relatório de pesquisa.

4ª PARTE: DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Dissertação de Mestrado ou Tese de Mestrado deve ser uma contribuição ao campo da Direção de Recursos Humanos e da Gestão do Conhecimento, aplicando-se os diversos conhecimentos adquiridos ao longo do curso.

Seu conteúdo se ajustará às normas que para esses efeitos estejam definidas.

A gestação da Dissertação de Mestrado ou Tese de Mestrdao poderá começar paralelamente ao estudo das disciplinas do Programa, conforme a conveniência e a disponibilidade do aluno. Não obstante, aconselha-se dedicar aproximadamente o último semestre do Mestrado à sua elaboração e redação definitiva.

A metodologia geral apresentada permite ao aluno acumular, ao longo do Mestrado, os trabalhos suficientes, de modo a desenvolver rapidamente a Tese, que, por sua vez, será submetida a correções parciais necessárias antes de sua entrega final.

O trabalho será supervisionado por um professor-tutor, cuja designação dependerá da temática escolhida.


Nota: O conteúdo do programa acadêmico pode ser submetido a ligeiras modificações, em função de atualizações ou de melhorias.

Direção

  • Dra. Silvia Aparicio. Doctora en Ciencias Económicas por la Universidad Autónoma de Madrid y Licenciada en Administración y Dirección de Empresas por la Universidad de Cantabria. Directora Académica Internacional del Área de Desarrollo Directivo, Organización Empresarial y Recursos Humanos de la Fundación Universitaria Iberoamericana, FUNIBER.
  • Dra. Cristina Hidalgo González
    Doutora em Ciências Empresariais pela Universidad de León. Professora Titular do Departamento de Economia Aplicada da Universidad de León.
  • Dr. Rubén Calderón Iglesias
    Doutor em Economia pela Universidad Antonio de Nebrija, Espanha. Professor da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra (c). Carmen Lilí Rodríguez Velasco
    Doutorado em Educação, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de La Habana, Cuba. Coordenadora Acadêmica Internacional da Área Desenvolvimento Diretivo, Organização Empresarial e Recursos Humanos, FUNIBER. 

Professores e Autores

  • Dr. David Barrera Gómez. Doutor Engenheiro pela Universidad Politécnica de Cataluña e MBA pela Escuela Técnica Superior de Ingenieros Industriales de Barcelona, UPC. Consultor de negócio, tecnologia e soluções empresariais. Professor da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dra. Inmaculada Armadans Tremolosa. Doutora em Psicologia pela Universidad de Barcelona. Professora da Facultad de Psicología da Universidad de Barcelona. Consultora de Recursos Humanos da UOC (Universitat Oberta de Catalunya).
  • Dr. Salvador Rus Rufino. Doutor em Filosofia, pela Universidad de Navarra. Doutor em História, pela Universidad de León. Professor Titular da Universidad de León. Diretor da Cátedra de História da Empresa Familiar, Universidad de León. 
  • Dr. Jon Arambarri Basáñez. Doutor em Direção de Projetos de Engenharia, pela Universidad Politécnica de Cataluña e Universidad de Córdoba. MBA Executivo, Instituto de Economia Aplicada à Empresa, Universidad del País Vasco. Engenheiro Superior de Telecomunição, Escuela Superior de Ingenieros de Bilbao. Diretor de P D i em www.virtualware.es; Multimídia, Animação 3D & Ambientes Virtuais Interativos. 
  • Dra. Cristina Hidalgo González. Doutora em Ciências Empresariais pela Universidad de León. Professora Titular do Departamento de Economia Aplicada da Universidad de León.
  • Dr. Rubén Calderón Iglesias. Doutor em Economia pela Universidad Antonio de Nebrija, Espanha. Professor da Universidad Internacional Iberoamericana.
  • Dr (c). Diego J. Kurtz. Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento pelo PPGEGC – UFSC (em processo). Mestrado em International Business - Wiesbaden Business School, Alemanha. Pesquisador do Núcleo de Gestão para a Sustentabilidade (www.ngs.ufsc.br) e Pesquisador Junior do Projeto Dynamic SME (www.dynamic-sme.org). Coordenador de Programas e Professor da FUNIBER.
  • Dra (c). Julién Brito Ballester. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de Habana, Cuba. Mestrado em Gestão de Recursos Humanos pela Universidad Autónoma de Barcelona. Mestrado em Coaching Sistêmico pela Universidad Autónoma de Barcelona. Consultora Internacional e Expert em Gestão de Recursos Humanos, Formação, Desenvolvimento e Competências Profissionais.
  • Dra (c). Carmen Lilí Rodríguez Velasco. Doutorado em Educação, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidad de La Habana, Cuba. Coordenadora Acadêmica Internacional da Área Desenvolvimento Diretivo, Organização Empresarial e Recursos Humanos, FUNIBER.
  • Dra (c). Lina Pulgarín Osorio. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Gestão Integrada: Prevenção, Ambiente e Qualidade, pela Universidad Politécnica de Cataluña. Coordenadora de Programas e Professora da FUNIBER.
  • Dra (c). Diana Patricia Cortés Díaz. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León (Espanha). Consultora especializada em Direito Laboral e Segurança Social. Coordenadora Acadêmica do Programa Mestrado em Direção Estratégica do Conhecimento e suas Especializações.
  • Dra (c). Andrea Gutiérrez Jiménez. Doutorado em Projetos, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Mestre em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León (Espanha). Coordenadora de Programas e Professora da FUNIBER. 
  • Dra (c). Daniela Torrico Villarroel. Doutorado em Projetos, pesquisa e Marketing, pela Universidad Internacional Iberoamericana (em processo). Máster in Business Adiminsitration (La Salle Business Administration). Mestrado em Marketing e Distribuição Comercial (Universidad Politécnica de Cataluña). Coordenadora de Programas e Professora da FUNIBER.
  • Ms. María Eugenia Luna Borgaro. Mestrado em Recursos Humanos e Gestão do Conhecimento da Universidad de León, Espanha. Expert em Gestão de Recursos Humanos e Habilidades Diretivas. Professora da FUNIBER. 
  • Ms. Antonio Vega. Diplomado em Administração e Direção de Empresas por ESADE. Mestrado em Direção de Recursos Humanos e Consultoria nas Organizações pela Universidad de Barcelona. Coach e Consultor em Planificação Estratégica, Liderança e Desenvolvimento Organizacional. Presidente na Fundación Humaniza.

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente uma partida econômica com caráter extraordinário para o oferecimento de Bolsas de estudo em Formação FUNIBER. 

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez finalizado o Programa Acadêmico, os alunos que assim o desejarpoderão ingressar na Bolsa de Trabalho Ambiental. Para isso, deverãoremeter currículum vitae, indicando dados pessoais, acadêmicose de experiência profissional. Assim, o aluno estará informado dasofertas de trabalho que venham a surgir e que se ajustem a seu perfilprofissional.