Mestrado em Reprodução Humana Assistida

Apresentação do Programa

O propósito do programa de Mestrado em Reprodução Humana Assistida é o de enriquecer a formação dos estudantes interessados em desenvolver uma carreira profissional no âmbito da reprodução humana. Este é um programa de alto nível que permite aos estudantes desenvolverem um pensamento reflexivo, crítico e humanista, focando-se nos aspectos clínicos da infertilidade humana, assim como no conhecimento das habilidades necessárias no laboratório de embriologia.

Desta maneira, pretende-se apresentar o mestrado como um programa de referência que, através de uma articulação acadêmica inovadora, centrada no desenvolvimento de conhecimento e pesquisa, gera habilidades e soluções sustentáveis para responder às necessidades decorrentes do exercício da especialidade da infertilidade humana e da medicina reprodutiva.

O programa acadêmico do Mestrado em Reprodução Humana Assistida canaliza toda a experiência dos participantes, sendo complementada com a informação acadêmica e profissional mais atual, tomada também de outras realidades, que, em seu conjunto, são aplicadas a situações e experiências dos participantes. O programa possui, além disso, uma forte ênfase em dois conceitos centrais e essenciais: a fertilidade humana e a medicina reprodutiva.

A quem é dirigido

O programa de mestrado tem dois perfis de estudantes que, embora apresentem características distintas, têm condições complementares que permitem criar uma proposta acadêmica integral.

  1. Estudantes que possuem diploma em Medicina e Cirurgia, Enfermagem, Biologia ou afins. Também aqueles que possuam as especialidades médicas em Ginecologia e Obstetrícia, Urologia e outras relacionadas com a medicina reprodutiva. Este tipo de estudante tem, pelo menos, dois perfis:
     
    • Um que busca uma profissionalização nas distintas formas de analisar e entender a medicina reprodutiva. Interessa-lhe uma formação complementar e específica que permita aprofundar, reciclar ou atualizar suas competências profissionais e atuar de forma mais eficiente em seu posto de trabalho; ou ainda, que estes estudantes ampliem suas possibilidades de empregabilidade; ou oferecer um diferencial qualitativo dada a concorrência do entorno profissional.
    • O outro perfil está interessado em aprofundar-se no conhecimento teórico e metodológico com um interesse mais voltado à pesquisa, facilitando o salto aos estudos em nível de doutorado.
  2. Estudantes com formação universitária em carreiras não afins, como administração de empresas, economia, gestão sanitária, psicologia, etc. Estes estudantes buscam uma formação que os capacite nas ferramentas necessárias para poder desenvolver de maneira eficiente a gestão das unidades de reprodução humana.

Titulação

A conclusão com sucesso do Programa permitirá que você obtenha a titulação de Mestrado em Reprodução Humana Assistida.

Após a conclusão com êxito do Programa, o aluno receberá o diploma emitido pela Universidade em que se matriculou.

Estrutura do Programa

O programa de Mestrado em Reprodução Humana Assistida é composto de 92 créditos divididos nos seguintes módulos, a serem realizados ao longo de dois anos letivos. A distribuição dos módulos é descrita na seguinte tabela:

  CRÉDITOS ECTSa DURAÇÃOb
1a Parte: Reprodução Humana 68 17
2a Parte: Gestão de Centros de Reprodução Humana 6 2
3a Parte: Pesquisa e Projeto Final de Mestrado 18 5
TOTAL 92 24

a. A equivalência em créditos pode variar segundo a universidade que conceda o título. Um (1) crédito ECTS (European Credit Transfer System) equivale a 10 + 15 horas. Se o aluno cursa o programa matriculado em uma universidade não pertencente ao Espaço Europeu de Educação Superior (EEES), a relação entre créditos e horas pode variar.
b. Duração em meses.

Práticas Extracurriculares

Após o período de formação teórica, o aluno do Mestrado em Reprodução Humana Assistida tem a possibilidade de realizar Práticas Extracurriculares; que são de caráter voluntário e não formam parte do plano de estudos correspondente, no entanto, são uma parte fundamental do mestrado.

É oferecida ao aluno a oportunidade de realizar um estágio de 120 horas no Instituto para el Estudio de la Biología de la Reproducción Humana (INEBIR), clínica de reprodução assistida de referência internacional. Esta clínica de fertilidade, localizada em Sevilha (Espanha), destaca-se por suas altas taxas de sucesso em tratamentos de reprodução assistida, caracterizando-se pelo cuidado na relação com seus pacientes, cuidado baseado na honestidade, coerência e transparência que sustentam o seu trabalho.

Para os alunos do Mestrado, as práticas representam a possibilidade de transferir tudo o que foi aprendido na pare teórica para o trabalho diário em um centro de reprodução assistida. Além disso, são oferecidos diferentes itinerários de estudos para que a formação prática seja o mais personalizada possível, de forma que o aluno possa conhecer com profundidade o funcionamento do campo que mais o interessa.

A INEBIR realiza tratamentos de indução à ovulação, inseminação artificial, fertilização in vitro, doação de óvulos, método ropa e preservação da fertilidade. Conta com um laboratório que inclui os últimos avanços tecnológicos no campo da fertilidade, com uma equipe altamente qualificada e treinada em um modelo de trabalho completamente diferente: ginecologistas e embriologistas estudam em conjunto o caso de cada paciente, visando oferecer a solução ideal. Além disso, dispõe de sua própria linha de pesquisa para contribuir ao avanço da medicina e da embriologia.

Para o desenvolvimento do período de práticas, é designado um tutor na INEBIR e um professor da universidade. O aluno estará em contato permanente com ambos a fim de resolver as dúvidas que se apresentem durante sua permanência no centro e para o desenvolvolvimento de uma Memória de suas PPS.

Nota: As PPS representam um custo adicional ao programa. Além disso, o aluno deve assumir os gastos de transporte e estadia no local. 

Objetivos

Objetivo Geral

  • Formar especialistas com um perfil multidisciplinar nas principais áreas de conhecimento da infertilidade e da medicina reprodutiva, contribuindo ao aperfeiçoamento do desempenho profissional através da aquisição de novos conhecimentos e ferramentas clínicas que permitam, ao fim, entregar um melhor atendimento ao usuário das unidades de reprodução humana, tanto públicas quanto privadas.

Objetivos Específicos

  • Fortalecer a base teórico-metodológica da medicina reprodutiva e dos laboratórios de embriologia, com ênfase em atividades que favoreçam o pensamento lógico e a fundamentação científica.
  • Desenvolver habilidades, aptidões, atitudes e destrezas para a implementação de uma gestão do conhecimento efetiva nos campos da medicina reprodutiva e do laboratório de embriologia.
  • Avaliar a importância e introduzir o processo educativo na ocupação profissional, tanto em ações individuais quanto coletivas.
  • Administrar o cuidado do paciente infértil através de equipes multidisciplinares em diversos cenários, considerando os atuais avanços científicos e tecnológicos na área.
  • Estabelecer comunicação e liderança efetivos com as pessoas, famílias e comunidade, assim como com a equipe de saúde sob sua responsabilidade.
  • Contribuir para a melhoria dos serviços de medicina reprodutiva a fim de responder às necessidades reais e potenciais de saúde das pessoas.
  • Promover o desenvolvimento de pesquisas orientadas ao exercício profissional.

Saídas Profissionais

Algumas das saídas profissionais do Mestrado em Reprodução Humana Assistida são as seguintes:

  • Profissionais sanitários especializados em medicina reprodutiva, segundo a especialidade do aluno em Ginecologia, Obstetrícia e Urologia ou outras profissões ligadas à medicina, enfermagem e biologia.
  • Responsável ou coordenador(a) da gestão das unidades de reprodução humana em centros médicos especializados no campo da medicina reprodutiva.

Observação: O exercício das profissões é regulado pela legislação de cada país.

Plano de estudos

A duração é de 2 anos, a serem cursados ao longo de um programa entregue pela Direção Acadêmica do Curso. Sobre a distribuição do tempo, estabelece-se que a flexibilidade do acompanhamento no ensino a distância permite aumentar ou reduzir este período. No entanto, exige-se a permanência no Programa pelo período mínimo de um ano. Este período será contabilizado a partir da data de matrícula até a data de recebimento do último trabalho de avaliação, Projeto Final de Mestrado.

A atividade interativa on-line consiste na participação em fóruns e conferências destinadas a estimular a capacidade crítica do aluno, visando a aquisição de novas habilidades e conhecimentos contidos na literatura científica médica.

O programa consta de 3 módulos e representa um total de 92 créditos.

  • 1a PARTE: REPRODUÇÃO HUMANA (68 CRÉDITOS)

O módulo estabelece os conceitos necessários para a compreensão e desenvolvimento da reprodução humana através da análise de todos os aspectos anatômicos, fisiológicos, fisiopatológicos e clínicos da infertilidade humana e do processo de reprodução humana assistida.

As disciplinas e créditos correspondentes que compõem o 1a Parte: Reprodução Humana são apresentadas na tabela abaixo:

  • 2a PARTE: GESTÃO DE CENTROS DE REPRODUÇÃO HUMANA (6 CRÉDITOS)

O módulo permite conhecer e compreender toda a complexidade em relação ao campo da gestão aplicada aos Centros de Reprodução Humana, desde seus fundamentos teóricos e conceituais até sua implementação organizacional, social e tecnológica.

2a PARTE: GESTÃO DE CENTROS DE REPRODUÇÃO HUMANA
# DISCIPLINAS CRÉDITOS
1 Habilidades para a gestão de centros de saúde de reprodução assistida 3
2 Marketing on-line para serviços de saúde 3
  TOTAL 6
  • 3a PARTE: PESQUISA E PROJETO FINAL DE MESTRADO (18 CRÉDITOS)

A quarta parte dedica-se a preparar e acompanhar o aluno na aquisição de conhecimentos e habilidades de pesquisa, assim como para a prática profissional, permitindo-lhes demonstrar as habilidades aprendidas durante o programa.

3a PARTE: PESQUISA E PROJETO FINAL DE MESTRADO
# DISCIPLINAS CRÉDITOS
1 Metodologia da pesquisa científica 3
2 Bioestatística 3
3 Projeto Final de Mestrado 12
  TOTAL 18

O estudante pode realizar o projeto durante o transcurso do mestrado, podendo apresentá-lo uma vez que todos os módulos sejam concluídos. Depois de escolhido o tema, desenvolverá uma pesquisa analítica e bibliográfica, enriquecendo-a com reflexões pessoais e/ou citações diretas de outros autores.


Observação: O conteúdo do programa acadêmico pode estar submetido a ligeiras modificações, em função das atualizações ou das melhoras efetuadas.

Descrições dos Cursos

1a PARTE: REPRODUÇÃO HUMANA

  1. ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS, SOCIOLÓGICOS Y ECONÓMICOS DE LA REPRODUCCIÓN HUMANA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Aspectos socioeconômicos. Abordagens antropológicas, éticas e religiosas. A unidade de psicologia nas unidades de reprodução humana. Relação médico-paciente. O consentimento informado. Direitos e deveres do paciente. Legislação nacional e internacional.

  2. PRINCÍPIOS DE GENÉTICA MÉDICA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Breve história da genética médica. A medicina no contexto da genética. Natureza e frequência das doenças genéricas. Estrutura do genoma e expressão gênica. Mutações: natureza e consequência. Herança mendeliana. Análise de segregação. Análise das relações genéticas. Bases da herança cromossômica. Diagnóstico molecular genético. Genética de populações. Epidemiologia genética. Avaliação genética e análise do pedigree Base genética da doença. Epigenética e transtornos epigenéticos relacionados com a infertilidade e a reprodução assistida. Avaliação do risco genético. Heterozigose e triagem de portadores. Bases genéricas da infertilidade feminina e masculina. Métodos diagnósticos. Diagnóstico pré-implantação. Técnicas para o diagnóstico pré-natal. Screening neonatal. Terapia gênica. Farmacogenética e farmacogenômica. Aconselhamento genético. Aspectos sociais éticos e legais da genética clínica.

  3. ANATOMIA E FISIOLOGIA DO APARELHO REPRODUTOR FEMININO E MASCULINO

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Aparelho reprodutor feminino. Ciclo reprodutor feminino. Aparelho reprodutor masculino. Transtorno do aparelho reprodutor masculino.

  4. PATOLOGIA ENDÓCRINA E REPRODUÇÃO

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Sistema endócrino. Transtornos endócrinos em reprodução assistida. Estados intersexuais.

  5. INFERTILIDADE FEMININA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução. Etiologia. Diagnóstico. Tratamentos. Fatores ambientais relacionados com a infertilidade. Patologia obstétrica e resultados perinatais relacionados com a fertilidade. Contraindicação dos tratamentos. Aspectos sociais e éticos.

  6. INFERTILIDADE MASCULINA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução. Estudo do homem. Fisiopatologia. Tratamento. Contracepção masculina. Líquido seminal. Espermograma e exames funcionais. Seleção da técnica de reprodução assistida. Criopreservação seminal. Estudos genéticos. Casos clínicos.

  7. CIRURGIA DA REPRODUÇÃO

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução. Laparoscopia. Histeroscopia. Fertiloscopia. Casos clínicos.

  8. ABORTO DE REPETIÇÃO

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução ao aborto de repetição. Etiologia. Aborto recorrente idiopático. Estratégia clínica e tratamento do aborto recorrente. Prognóstico. O aborto recorrente no contexto da reprodução assistida. Casos clínicos.

  9. MALFORMAÇÕES UTERINAS

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Origem embriológica. Incidência e etiologia. Clínica. Diagnóstico. Classificação. Tratamento. Casos clínicos.

  10. ENDOMETRIOSE E ADENOMIOSE

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução. Clínica. Tratamento. Infertilidade. Endometriose profunda. Adenomiose.

  11. GRAVIDEZ ECTÓPICA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Definição. Diagnóstico. Diagnóstico diferencial. Estratégia. Prognóstico e fertilidade futura.

  12. ASPECTOS CLÍNICOS DOS TRATAMENTOS DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Farmacologia e reprodução humana. Protocolos de indução e estimulação ovárica. Baixa resposta ais protocolos de estimulação ovárica. Alta resposta aos protocolos de estimulação ovárica. Iatrogenia associada às técnicas de reprodução assistida. Casos clínicos.

  13. TECNOLOGIA DE CRIOPRESERVAÇÃO DE TECIDOS

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução. Técnicas de criopreservação. Preservação da fertilidade. Gestão de banco de gametas. Casos clínicos.

  14. PROGRAMA DE DOAÇÃO DE ÓVULOS, ESPERMATOZOIDES E EMBRIÕES

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução ao programa de doação de óvulos, espermatozoides e embriões Doação de oócitos. A receptora de óvulos doados. Doação de espermatozoides. Doação de embriões. Útero de substituição. O transplante de útero.

  15. PROJETO E CONSTRUÇÃO DE LABORATÓRIOS DE REPRODUÇÃO HUMANA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução ao projeto e construção. Normas internacionais de salas limpas. Regulamentação, licença e certificação. Projeto arquitetônico do laboratório de reprodução. Equipamento do laboratório de reprodução. Casos clínicos.

  16. RECUPERAÇÃO DE OÓCITOS E TRANSFERÊNCIA EMBRIONÁRIA. ABORDAGEM CLÍNICA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    A sala de cirurgia. Anestesia. Técnicas de recuperação oocitária Transferência embrionária. Casos clínicos.

  17. TECNOLOGIAS DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Introdução às tecnologias de reprodução assistida. Equipamentos e materiais. Técnicas de reprodução assistida. Procedimentos no laboratório. Casos clínicos.

  18. MICROCIRURGIA EMBRIONÁRIA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    ICSI, injeção intracitoplasmática de espermatozoides. Micromanipulação do zigoto. AHA, eclosão assistida. PGD, diagnóstico genético pré-implantação. Outras técnicas em fase de estudo. Casos clínicos.

2a PARTE: GESTÃO DE CENTROS DE REPRODUÇÃO HUMANA

  1. HABILIDADES PARA A GESTÃO DE CENTROS DE SAÚDE DE REPRODUÇÃO ASSISTIDA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Gestão de serviços de saúde. Gestão eficaz do tempo. Técnicas de comunicação interpessoal. Síndrome de burnout.

  2. MARKETING ON-LINE PARA SERVIÇOS DE SAÚDE

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Criar um site corporativo. Promoção on-line e persuasão. Branding: o poder da marca. Posicionamento nos motores de busca. Fidelização do cliente através do e-mail marketing. Social media marketing. Plano de marketing digital.

3a PARTE: PESQUISA E PROJETO FINAL DE MESTRADO

  1. METODOLOGÍA DE LA INVESTIGACIÓN CIENTÍFICA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Aspectos epistemológicos da pesquisa científica. O processo de pesquisa científica. Como iniciar uma pesquisa? O projeto: ponto de partida. Construção do marco teórico. Criação da estratégia metodológica. O relatório da pesquisa.

  2. BIOESTATÍSTICA

    Esta disciplina é composta pelos seguintes temas:

    Estatística descritiva. Distribuição de frequências. Estatística descritiva. Medidas de centralização e dispersão. Estatística descritiva. Relação entre duas variáveis. Relação entre três variáveis. Análise estratificada. Confusão e interação. Proporções e probabilidade. Teorema de Bayes. Distribuições de probabilidade: binomial, poisson e normal. Inferência estatística com uma proporção. Distribuição normal e teorema central do limite. Inferência estatística com uma média. A inferência estatística com duas médias. A inferência estatística dom duas proporções. Tamanho da amostra para estimativa. Projeto de caso-controle. Tabelas de contingência. Análise de variância. Regressão linear. A inferência Bayesiana. Poder estatístico de uma pesquisa e tamanho de amostragem para testes.

  3. PROJETO FINAL DE MESTRADO

    O aluno deve elaborar um trabalho, que integre os conhecimentos e habilidades adquiridos ao longo dos estudos do Programa, sobre um aspecto relevante do mestrado.

Direção

Direção acadêmica

  • Dr. José Manuel Navarro. Doutor em Medicina pela Universidade de Sevilha. Licenciado em Medicina e Cirurgia pela Faculdade de Medicina de Sevilha. Médico especialista em obstetrícia, ginecologia e cirurgia ginecológica endoscópica.

Coordenação Internacional

  • Dra.(c) Irma Domínguez. Doutoranda em Educação pela Universidade Internacional Ibero-americana. Mestre Internacional em Nutrição e Dietética com especialização em Nutrição e Envelhecimento. Mestre em Atividade Física: Treinamento e Gestão Esportiva. Coordenadora Internacional da Área de Saúde da FUNIBER.

Professores e Autores

  • Dr. José Manuel Navarro. Doutor em Medicina pela Universidade de Sevilha. Licenciado em Medicina e Cirurgia pela Faculdade de Medicina de Sevilha. Médico especialista em obstetrícia, ginecologia e cirurgia ginecológica endoscópica. Responsável pelo Mestrado em Reprodução Humana Assistida da INEBIR/FUNIBER. Diretor da Unidade de Reprodução Humana da INEBIR.
  • Dra. Carolina Vega. Doutoranda em Medicina. Licenciada em Medicina pela Universidade de Sevilha. Médica especialista em obstetrícia e ginecologia. Ginecologista especialista em reprodução humana na INEBIR.
  • Dra. Ana Teresa Marcos. Doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de León. Licenciada em Educação com ênfase em Ciências Biológicas pela Universidade Católica Andrés Bello (Venezuela) com qualificação Cum Laude. Mais de 10 anos de experiência no ensino de disciplinas dos ramos da biologia. Responsável pelo Mestrado Internacional de Genética Humana INEBIR/FUNIBER. Especialista em Genérica na INEBIR.
  • Dr. Raffaele Carputo. Doutorando em Medicina. Licenciado em Medicina pela Universidade de Nápoles. Médica especialista em obstetrícia e ginecologia. Mestre Universitário em Pesquisa e Avanços em Medicina Preventiva e Saúde Pública pela Universidade de Granada. Ginecologista especialista em reprodução humana na INEBIR.
  • Dr. Fernando Beltramone. Doutorando em Medicina. Licenciado em Medicina pela Universidade de Córdoba (Argentina). Mestre Universitário em Pesquisa e Avanços em Medicina Preventiva e Saúde Pública pela Universidade de Granada. Médica especialista em obstetrícia e ginecologia. Ginecologista especialista em reprodução humana na CIGOR e na GALLIA.
  • Dra. (c) Carmen Lilí Rodríguez Velasco. Doutoranda em Educação pela Universidade Internacional Ibero-americana. Mestre em Psicologia Laboral e Organizacional pela Universidade de Havana, Cuba. Coordenadora Acadêmica Internacional da Área de Desenvolvimento Diretivo, Organização Empresarial e Recursos Humanos da FUNIBER.
  • Dr. Roberto Coco. Doutor e Licenciado em Bioquímica pela Universidade de Buenos Aires. Médico especialista em Reprogenética. Professor de Embriologia Clínica na Universidade de Buenos Aires. Diretor científico e diretor do laboratório de genética e FIV na FECUNDITAS.
  • Dr. Conrado Avendaño. Doutor em Ciências da Saúde e Licenciado em Bioquímica pela Universidade de Córdoba (Argentina). Especialista em Andrologia. Bioquímico responsável pela seção dos Laboratórios de Análises Clínicas “Centro Bioquímico” e “LAC”. Cátedra de Fisiologia Humana. Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nacional de Córdoba.
  • Dra. María de Gracia. Doutoranda em Psicologia. Licenciada em Psicologia pela Universidade de Sevilha. Especialista em Psicologia Clínica. Mestre em Terapia Familiar e de Sistemas pela Universidade de Sevilha. Responsável pela Unidade de Psicologia da INEBIR.
  • Dr. Jorge Crespo. Doutor pela Universidade da Cantábria. Engenheiro Civil pela ISPJAE (Cuba) e Licenciado (Homologação pelo Ministério de Educação Superior da Espanha. Especialista em modelagem e simulação computacional de fenômenos estocásticos e deterministas. Coordenador dos programas de Mestrado em Direção Estratégica com especialização em Tecnologia da FUNIBER e coordenador de programas de pós-graduação na Universidade Europeia do Atlântico.
  • Dra. Susana Martínez. Licenciada e Doutora em Biologia pela Universidade de León. Mestre técnico superior em Prevenção de Riscos Laborais e especialista em Segurança, Higiene e Ergonomia e Psicossociologia.
  • Dra. Andrea Corrales Pardo. Doutora em Fisiologia e Farmacologia pela Universidade da Cantábria. Mestre Interuniversitária em Biologia Molecular e Biomedicina pelas Universidade da Cantábria e do País Basco. Licenciada em Biologia pela Universidade do País Basco.
  • Dr. Maurizio Battino. Doutor em Bioquímica e licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade de Bolonha. Doutor Honoris Causa pela Universidade de Medicina e Farmácia “Carol Davila” em Bucareste (Romênia). Mestrado em Teledidática Aplicada às Ciências da Saúde e mais de 10 anos de experiência em formação on-line.
  • Dra. Mónica Gracia. Doutora em Engenharia de Projetos (Ambiente, Segurança, Qualidade e Comunicação) pela Universidade Politécnica da Catalunha, Espanha. Graduada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autônoma de Barcelona e pós-graduada em Direção de Comunicação e Publicidade pela Escola de Alta Direção e Administração de Empresas de Barcelona (EADA).
  • Dra. (c) Mariana Dornelles. Doutoranda em Educação. Licenciada em Comunicação pela Universidade de Brasília (Brasil). Especialista em Comunicação de Projetos Culturais e Educativos. Mestre em Gestão Cultural pela Universidade de Barcelona.

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente um valor econômico de caráter extraordinário para Bolsas de estudo em Formação FUNIBER.

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez que tenhamos recebido a documentação, o Comitê Avaliador examinará a idoneidade de sua candidatura para a concessão de um incentivo econômico na forma de Bolsa de estudo em Formação FUNIBER.