Mineração e Ambiente

Apresentação do Programa

A maioria das matérias-primas que se utilizam hoje em dia provém do subsolo. São tão importantes para a economia atual, que muitos países sustentam seu desenvolvimento econômico com base nos recursos que possuem.

No início do século passado, o crescimento da atividade extrativa, acompanhada pela inexistência de uma norma orientada à proteção do meio ambiente, propiciou uma exploração indiscriminada que, a margem das considerações acerca do esgotamento dos recursos existentes, vem alcançando níveis de contaminação dificilmente recuperáveis na atualidade.

A partir de um enfoque eminentemente prático, o programa de Mineração e Ambiente analisa os problemas causados pela falta de consciência ambiental durante o desempenho desta atividade e propõe soluções comprometidas com o desenvolvimento sustentável e com a norma existente, como base de toda política ambiental.

A quem é dirigido

O programa de Mineração e Ambiente, foi criado especialmente para satisfazer a dois tipos diferentes de grupos:

  • Pessoas sem titulação universitária que, por suas características pessoais ou por sua experiência, desejam alcançar uma formação de qualidade neste campo.
  • Titulados superiores que, além da formação de base, desejam uma especialização prática em temas de mineração para poderem ampliar suas aberturas profissionais.

Titulação

Ao finalizar o Programa com êxito, o aluno receberá um Diploma expedido pela Universidade onde se matriculou com o patrocínio da Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER).

Estrutura do Programa

A duração estimada do programa de Mineração e Ambiente é de 200 horas (20 créditos)1.

Com relação à distribuição do tempo se estabelece que:

  • por ser um Programa a distância e não estar sujeito a aulas presenciais, não se estabelece uma data concreta de início, pois o aluno pode formalizar a matrícula em qualquer momento, sempre que haja vagas disponíveis.
  • por motivos acadêmicos e de aprendizagem exige-se uma duração mínima no Programa de três meses, contabilizados a partir da data de entrega do tomo até a data de recepção do exercício de avaliação.
  • o tempo máximo disponível para a realização do Programa é de seis meses. Neste período de tempo, o aluno deve entregar a avaliação correspondente à disciplina.

A estrutura de créditos do programa de Mineração e Ambiente é apresentada na seguinte tabela:

  CRÉDITOSa DURAÇÃOb HORAS
Disciplinas 20 6 200

a. A equivalência em créditos pode variar de acordo com a universidade que titula
b. Duração em meses

Objetivos

Objetivo geral:

  • Adquirir os conhecimentos básicos necessários para desenvolver-se no âmbito da mineração, seja realizando estudos de impacto, administrando seus resíduos ou implantando um sistema de gestão ambiental.

Objetivos específicos:

  • Demonstrar conhecimentos sobre as principais características definidoras da mineração como atividade ou negócio sujeito às flutuações econômicas.
  • Adquirir uma idéia das etapas de um processo mineiro, da prospecção e exploração até a fase de fechamento e reabilitação do terreno.
  • Analisar os impactos ambientais produzidos na indústria mineira e criar sua própria matriz de quantificação.
  • Sentar as bases para a implantação de um Sistema de Gestão Ambiental.
  • Conhecer a legislação mineira de seu país.

Saídas Profissionais

Algumas das saídas profissionais do Programa de Mineração e Ambiente são as seguintes:

  • Técnico-assessor em mineração e meio Ambiente.
  • Prospecção mineira.
  • Trabalho em laboratório de análises de amostras.
  • Docência.

Plano de estudos

O programa de Mineração e Ambiente é composto de uma disciplina, incluindo casos práticos relacionados com a área.

A disciplina permite conhecer e compreender, em primeiro lugar, os fundamentos teóricos, conceituais e históricos implicados na prospecção, exploração e explotação mineira e em segundo lugar, sua implementação organizacional, social e tecnológica.

O objetivo é conseguir que os alunos adquiram uma visão global da gestão das atividades mineiras do ponto de vista sustentável, através de diferentes temáticas multidisciplinares relacionadas.

Os capítulos que compõem a disciplina são apresentados a seguir:

Descrições dos Cursos

Aborda-se o estudo da mineração e suas repercussões ambientais a partir de diferentes pontos de vista, valorizando os impactos produzidos em todas as fases da atividade dentro da legislação vigente. Assim mesmo, são proporcionadas as pautas para a implantação de um Sistema de Gestão mediante a elaboração de um caso prático real de atividade mineira.

A MINERAÇÃO COMO ATIVIDADE, INDÚSTRIA E NEGÓCIO
Introdução. Breve resenha histórica da mineração. Importância da mineração na civilização industrial moderna e dentro do contexto da economia mundial. Características da indústria mineira. Estratos da mineração.
PROSPECÇÃO, EXPLORAÇÃO E EXPLOTAÇÃO DA JAZIDA
As jazidas minerais. Metodologia da investigação mineira. Fases da vida de uma mina. Fase de prospecção mineira. Fase de exploração mineira. Fase de desenvolvimento da mina. Fase de explotação mineira.
RECURSOS MINERAIS MARINHOS
Marco geológico dos minerais marinhos. Natureza, origem e distribuição dos depósitos minerais marinhos. Exploração de minerais marinhos. Extração de minerais marinhos.
IMPACTO AMBIENTAL NA ATIVIDADE MINEIRA
Introdução. Identificação de impactos ambientais. Caso prático: impacto ambiental de uma pedreira de calcário. Um caso particular: a drenagem ácida da mina.
TÉCNICAS DE SANEAMENTO E/OU RECUPERAÇÃO DE SOLOS CONTAMINADOS
Introdução. Principais técnicas utilizadas na descontaminação de solos: tratamentos biológicos, processos físicos, processos térmicos, processos químicos, solidificação/estabilização, técnicas de tratamento inovadoras. Restauração do solo em atividades mineiras.
MONITORAMENTO E TECNOLOGIAS DE CONTROLE AMBIENTAL
Conceitos básicos para o controle ambiental. Tecnologias para o controle e monitoramento do impacto ambiental na indústria mineira. Caso prático: plano de monitoramento na Mina Pierina. Estação meteorológica. Programa de reabilitação. Medidas de prevenção ambiental. Segurança e comunidades.
FECHAMENTO E RESTAURAÇÃO DE EXPLOTAÇÕES MINEIRAS
Fechamento de uma explotação mineira. Restauração de uma explotação mineira. Caso prático: plano de fechamento na Mina Julcani.
MINERAÇÃO E ISO 14001
Caso prático: implantação de um SGA ISO14001 na usina de tratamento de minerais da operação mineira Cajatambo. Política ambiental. Planejamento. Implantação e funcionamento. Comprovação e ação corretiva. Revisão e melhora. Certificação ambiental. Recomendações.
CASOS PRÁTICOS
Impacto ambiental em pedreira de calcário. Um caso particular: a drenagem ácida da mina. Plano de monitoração na Mina Pierina. Plano de fechamento na Mina Julcani. Implantação de um SGA ISO 14001 na usina de tratamento de minerais da operação mineira Cajatambo.

Nota: O conteúdo do programa acadêmico pode ser submetido a ligeiras modificações, em função de atualizações ou melhorias efetuadas.

Direção

  • Dr. Antonio Maya Frades. Doutor em Geografia. Professor da Universidade de León, Espanha.
  • Dra. Leonor Calvo Galván. Doutora em Ciências Biológicas. Professora da Universidade de León, Espanha.
  • Dr. Xavier Elías Castells. Doutor em Engenharia Industrial. Diretor da Bolsa de Subprodutos da Catalunha, Espanha.
  • Dr. Alexandre Rivas. Ph.D. em Economia – Diretor do Centro de Ciências do Ambiente – Universidade Federal do Amazonas, Brasil.
  • Engº. Omar Gallardo. Engenheiro Civil de Minas. Professor da Universidade de Santiago do Chile, Chile.
  • Dra. Rosalba Guerrero Aslla. Doutora em Engenharia Metalúrgica. Professora da Universidade de Piura, Peru.
  • Engª. Icela Márques de Rojas. Engenharia Civil. Professora da Universidade Tecnológica do Panamá, R. P. Panamá.
  • Mtra. Emilia Gámez Frías. Professora da Universidade de Guadalajara, México.
  • Dr. Roberto M. Álvarez. Doutor em Engenharia de Projetos, pela Universidad Politécnica de Cataluña, Espanha, Mestre em Gerenciamento de projeto e de desenho, pela Politécnica de Milán, Itália. Professor da Universidad de Buenos Aires, Argentina. Diretor da Fundación Universitaria Iberoamericana (FUNIBER) Argentina.
  • Dr. Oscar Arizpe Covarrubias. Chefe do Laboratorio Ecologia de Sistemas Costeiros. Professor-Pesquisador Titular C de Dedicação Exclusiva, Chefe do Laboratorio Universidad Autónoma de Baja California Sur.

Professores e Autores

  • Dr. José Ulises Rodríguez Barboza. Doutor em Engenhria de Estradas, Canais e Portos (UPC).
  • Dr. Otoniel A. Sanabria Artunduaga. Doutor em Engenharia de Estradas, Canais e Portos (UNAL).
  • Dr. (c). D. Eduardo García Villena. Engenheiro Industrial e Mestre em Engenharia Ambiental (UPC).
  • Dr. (c). D. Kilian Tutusaus Pifarré. Licenciado em Ciências do Mar (ULPGC).
  • Ing. Diana I. Quintero Torres. Mestre em Engenharia Ambiental (Universidade Nacional de Colômbia).

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente um valor econômico de caráter extraordinário para Bolsas de estudo em Formação FUNIBER.

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez que tenhamos recebido a documentação, o Comitê Avaliador examinará a idoneidade de sua candidatura para a concessão de um incentivo econômico na forma de Bolsa de estudo em Formação FUNIBER.