Mestrado em Engenharia de Minas

Apresentação do Programa

O Mestrado em Engenharia de Minas oferece formação de qualidade por meio de um programa acadêmico competitivo e atualizado, respaldado pela experiência e carreira acadêmica de profissionais das ciências relacionadas à Engenharia de Minas, em um contexto global.

O perfil do egresso do programa descreve profissionais com capacidade de contribuir para o crescimento e geração de valor na indústria de mineração e atividades correlatas, podendo desempenhar suas funções nas diferentes áreas de desenvolvimento de projetos, operação, segurança e sustentabilidade no contexto da mineração. São profissionais com o nível adequado de conhecimentos e habilidades para a integração de equipes multidisciplinares na criação, avaliação, execução e operação de projetos de mineração, além de contar com as ferramentas necessárias para realizar o ensino e a geração e aplicação de conhecimentos.

Os profissionais, ao final deste programa, serão competentes para:

  • Criar, avaliar e executar projetos na área de Engenharia de Minas.
  • Planejar, desenvolver e executar operações mineiras e outras relacionadas ao negócio da mineração.
  • Desenvolver pesquisas aplicadas para resolver os problemas da exploração de minerais e a gestão de empresas mineiras.
  • Desempenhar funções de direção, coordenação e gestão de operações mineiras no setor público e privado.
  • Atuar como consultor de organizações, empresas e instituições privadas, estatais ou internacionais
  • Atuar como docente e/ou pesquisador no campo universitário.

A quem é dirigido

O programa é destinado a profissionais da área da engenharia, interessados ​​em questões relacionadas à criação, avaliação e operação de projetos relacionados à mineração, que desejam formação técnica e gerencial nessas áreas, visando agregar valor para o negócio de mineração, dentro da estrutura da segurança e do meio ambiente.

Para acessar o programa, o candidato deve ter um diploma universitário ou equivalente.

Titulação

A conclusão bem-sucedida no programa permitirá a obtenção do título de Mestrado em Engenharia de Minas.

Os alunos receberão o título emitido pela Universidade em que se matricularam.

Estrutura do Programa

O Mestrado em Engenharia de Minas consiste em 90 créditos distribuídos em três módulos, dois obrigatórios e um optativo, com foco em especialização.

Por ser um programa a distância e não está sujeito a aulas presenciais, não se estabelece uma data de início específica, de modo que o aluno pode formalizar sua matrícula a qualquer momento, desde que haja vagas disponíveis. O tempo máximo disponível para concluir o programa é de 24 meses. A distribuição dos módulos é descrita na tabela a seguir:

MÓDULOS CRÉDITOS
Módulo 1: Disciplinas Obrigatórias 65
Módulo 2: Disciplinas de Especialização 10
Módulo 3: Projeto Final 15
TOTAL 90

Nota: a equivalência em créditos pode variar de acordo com a universidade que emite o título. Um (1) crédito ECTS (European Credit Transfer System) equivale a 25 horas. Se o aluno cursa o programa matriculado em uma universidade não pertencente à Espaço Europeu de Ensino Superior (EEES), a relação créditos-horas pode variar.

Objetivos

Objetivo geral

  • Formar profissionais altamente capacitados para desenvolver e executar projetos de engenharia de minas e pesquisa.

Objetivos específicos

  • Criar, avaliar e executar projetos na área de Engenharia de Minas.
  • Planejar, desenvolver e executar operações mineiras e outras relacionadas ao negócio da mineração.
  • Desenvolver pesquisas aplicadas para resolver os problemas da exploração de minerais e a gestão de empresas mineiras.
  • Desempenhar funções de direção, coordenação e gestão de operações mineiras no setor público e privado.
  • Atuar como consultor de organizações, empresas e instituições privadas, estatais ou internacionais
  • Atuar como docente e/ou pesquisador no campo universitário.

Saídas Profissionais

Dependendo dos interesses profissionais dos egressos, após a conclusão bem-sucedida de seus estudos, eles podem:

  • Iniciar-se como consultor de projetos de mineração.
  • Executar tarefas de gerenciamento em sua especialidade aplicada à mineração.
  • Consolidar-se no desenvolvimento da engenharia com competências específicas para planejar, desenvolver e executar projetos de mineração e atividades relacionadas.
  • Desempenhar funções de direção, coordenação e gestão de operações mineiras no setor público e privado.
  • Exerce funções como gerente de projetos de mineração nos setores público e privado, realizando atividades de criação, avaliação e execução de projetos.
  • Entrar para a academia executado tarefas de pesquisas e docência universitárias.

Plano de estudos

O plano de estudos do Mestrado em Engenharia de Minas está estruturado em três módulos, compostos por disciplinas. Abaixo estão as disciplinas de cada um dos módulos.

  • MÓDULO 1: DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS
MÓDULO 1: CURSOS OBLIGATORIOS
# DISCIPLINA
1 Introdução à indústria mineira
2 Processos unitários de extração mineira
3 Carga, transporte e armazenamento de minerais e insumos da mineração
4 Perfuração e jateamento
5 Geologia, geomorfologia e geologia estrutural
6 Cominuição e classificação de minerais
7 Exploração, geologia de minas e geomecânica
8 Avaliação e projeto de explorações mineiras subterrâneas
9 Avaliação e projeto de explorações mineiras a céu aberto
10 Concentração de minerais
11 Processos hidrometalúrgicos
12 Processos pirometalúrgicos
13 Legislação mineira, trabalhista, ambiental e de segurança em mineração
  • MÓDULO 2: DISCIPLINAS DE ESPECIALIZAÇÃO*
MÓDULO 2: CURSOS DE ESPECIALIDAD*
# DISCIPLINA
1 Mineração e meio ambiente
2 Encerramento de operações de mineração
3 Prevenção de riscos na mineração
4 Administração de contratos de mineração
5 Avaliação de reservas, economias e dimensionamento de jazidas minerais
6 Direção de projetos

* devem ser escolhidas duas disciplinas de especialidade.

  • MÓDULO 3: PROJETO FINAL
MÓDULO 3: PROYECTO FINAL
# DISCIPLINA
1 Metodologia da pesquisa científica
2 Projeto final de mestrado

Nota: o conteúdo do programa acadêmico pode estar sujeito a pequenas modificações, segundo atualizações ou melhorias realizadas.

Direção

Direção Acadêmica

  • Dr. (c) Jorge Molina Beltrán. Engenheiro civil de minas. Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidad De Las Palmas de Gran Canarias, Espanha. Doutorando na Universidad Internacional Iberoamericana de Porto Rico. Profissional selecionado no IVLP (Internacional Visitors for Leadership Program) do Departamento de Estado do Governo dos EUA e profissional selecionado para integrar a mesa de especialistas plenipotenciários da Convenção de Minamata. Possui experiência em Negócios Ambientais, Engenharia, Administração e execução de projetos em operações ambientais e pequena mineração. Sua experiência mais recente foi focada em liderar e gerenciar a Área de Engenharia e Negócios de importantes empresas do setor, com orientação à geração de soluções inovadoras, avaliação de tecnologia e engenharia. É frequentemente convidado como expositor internacional em diferentes seminários ou conferências sobre manejo e valorização de resíduos. Foi professor de pós-graduação em diversas universidades espanholas e chilenas.

Professores e Autores

  • Dr. Víctor Jiménez Argüelles. Doutor em Engenharia Industrial pela Universitat Politècnica de Catalunya (Espanha). Licenciado em Engenharia Civil pela Universidad Autónoma Metropolitana de México (México). Mestre em Engenharia da Construção pela Universidad Nacional Autónoma de México (México). Durante 3 anos foi chefe responsável pela segurança e higiene do Projeto Túnel Emisor Oriente. Assessor técnico da câmera de deputados durante a construção do edifício para a ASF. Foi chefe de segurança, higiene e riscos ocupacionais na empresa Lumbreras y Túneles S.A. Participou em diferentes congressos internacionais. Mais de 8 anos de experiência como professor de estudos on-line.
  • Dr. José del Carmen Zavala Loria. Doutor em Engenharia Química pelo Instituto Tecnológico de Celaya, Guanajuato, México. Mestre em Ensino de Matemática com saída terminal em Educação Matemática pela Universidad Autónoma del Estado de Morelos. Mestre em Ciências da Educação pelo Instituto de Estudios Universitarios, Associação Civil, Chiapas, México. Especialização em Ensino de Matemática com saída terminal em Educação Matemática e computação educativa pela Universidad Autónoma del Estado de Morelos, México. Licenciado em Processos Químicos, Especialização em Processos Petroquímicos pela Faculdade de Química da Universidad Autónoma del Carmen, Campeche, México. Membro atual do Sistema Nacional de Pesquisadores Atuou como coordenador de pós-graduação no Centro de Estudios Superiores Isla del Carmen (México); professor pesquisador titular na Universidad Autónoma del Carmen (México); atualmente é pesquisador no Instituto de Educación Superior Privada e na Universidad Internacional Iberoamericana na área de engenharia ambiental.
  • Dr. Eduardo García Villena. Doutor em Engenharia de Projetos: Ambiente, Segurança, Qualidade e Comunicação pela Universitat Politècnica de Catalunya. Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidad de León. Possui mais de 20 anos de experiência no ensino a distância e há mais de 10 anos trabalha como Diretor do Departamento de Ambiente e Sustentabilidade da UNINI-MX. Orientou várias dissertações de mestrado e possui muitas publicações sobre gestão ambiental na empresa Participou em diferentes projetos no Peru e na Guatemala.
  • Dr. Ramón Palí Casanova. Doutor em Engenharia e Tecnologia dos Materiais com ênfase em Polímeros pelo Centro de Investigación en Química Aplicada de México. Mestre em Física Aplicada no âmbito de materiais. Desde 2017 é professor em programas de pós-graduação da UNINI-MX. Possui mais de 10 anos de experiência em pesquisa e docência em diferentes institutos e universidades do México, como a Universidad Juárez Autónoma de Tabasco (UJAT) e a Universidad Autónoma del Carmen (UNACAR), entre outras. Conduziu vários projetos de pesquisa para o setor energético e do petróleo. Publicou em diferentes periódicos científicos e apresentou em congressos.
  • Dra. Susana E. de León Aldaco. Doutora em Engenharia Eletrônica pelo Centro Nacional de investigación y Desarrollo Tecnológico (CENIDET). Mestre em Engenharia Eletrônica pelo CENIDET. Desde 2017 é professor em programas de pós-graduação da UNINI-MX. Possui 5 anos de experiência docente em diferentes universidades e instituições do México (Universidad Tecnológica Emiliano Zapata, Universidad Internacional (UNINTER) e Instituto Tecnológico de Tlalpan). Publicou diferentes relatórios sobre temas ambientais e sua relação com a eletrônica, assim como orientou e revisou vários relatórios técnicos e trabalhos de pós-graduação, incluindo teses de doutorado. Consolidada experiência como professora de estudos on-line.
  • Dr. Roberto Alvarez. Doutor, pela Universitat Politècnica de Catalunya, em Engenharia de Projetos: Ambiente, Qualidade, Segurança e Comunicação. Especialista/Mestre, pelo Politecnico di Milano e pela Universidade de Buenos Aires (UBA), em Gestão Estratégico de Criação e Gerenciamento de Projetos. Arquiteto pela UBA. Presidente da Associação de Gestão de Projetos, na Argentina, membro da International Project Management Association (IPMA). Avaliador principal do órgão certificador IPMA-Argentina. Assessor extraordinário, cádetra livre de Economia Social e Mutual, Universidad Nacional de La Plata, Argentina. Membro integrante do Comitê Acadêmico Avaliador, Secretaria de Pós-Graduação e Relações Institucionais, FADU, UBA. Finalista do Prêmio Benefactor IPMA LATNET: prêmios regionais por excelência em projetos. Diretor Acadêmico da Área de Projetos da Rede Universitária patrocinada pela FUNIBER. Experiência em orientação de teses de doutorado em Projetos. Ministrou conferências. Desenvolveu cursos de pós-graduação. Participou em congressos. Desenvolveu artigos acadêmicos. Experiência profissional de 20 anos em projetos de arquitetura na América e na Europa.
  • Dr. Santiago Brie. Doutor em Projetos pela Universidad Internacional Iberoamericana, México. Mestrado em Criação, Gestão e Direção de Projetos pela Universidad de León, Espanha. Licenciado em Gestão Ambiental Urbana (UNLa). Certificado pela International Project Management Association como Técnico em Projetos (Niveles C e D). Diretor do órgão certificador da IPMA-Argentina. Membro da equipe de professores da área de Projetos da Rede Universitária patrocinada pela FUNIBER e integrante da equipe de consultores internos. Consolidada experiência como professor de estudos on-line.
  • Dra. María Luisa Sámano Celorio. Doutora em Hidráulica Ambiental pela Universidad de Cantabria. Licenciada em Engenharia Química e Mestre na mesma especialização. Diretora de Projetos do Centro de Investigación y Tecnología Industrial de Cantabria (CITICAN). Professora na Escola Politécnica Superior e da Faculdade de Ciências da Saúde. Leciona em oficina e seminários relacionados à Hidráulica. Organizou congressos nacionais e internacionais. É parte do grupo de trabalho em Gestão Aquática Portuária dentro da Plataforma Tecnológica PROTECMA. É pesquisadora nacional nível I no Sistema Nacional de Pesquisadores do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CONACYT), México.
  • Mg. Angello Passalacqua Perez. Engenheiro Civil de Minas pela Universidad de Santiago (Chile). Mestre em Administração de Empresas (MBA) pela Universidad Católica de Chile. Especialista em Segurança de Mineração do Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Chile). Mais de 15 anos de experiência profissional (especialista em perfuração e jateamento), desenvolveu sua carreira na prestação de serviços em mineração. Atualmente, é gerente geral (cargo equivalente) da empresa Dyno Nobel, no Chile, e já ocupou cargos de gerência geral para o grupo Downer Mining, foi gerente de serviços de transporte na Bello (Chile), gerente de operações na Drillins Tools (Chile) e como administrador de contratos na Orica Chile.

Bolsa de Trabalho

A Fundação Universitária Iberoamericana (FUNIBER) destina periodicamente um valor econômico de caráter extraordinário para Bolsas de estudo em Formação FUNIBER.

Para solicitá-la, preencha o formulário de solicitação de informação que aparece no portal FUNIBER ou entre em contato diretamente com a sede da fundação em seu país para saber se é necessário proporcionar alguma informação adicional.

Uma vez que tenhamos recebido a documentação, o Comitê Avaliador examinará a idoneidade de sua candidatura para a concessão de um incentivo econômico na forma de Bolsa de estudo em Formação FUNIBER.